Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
30 de Novembro de 2017 Imprimir
5 4 3 2 1

Realidade virtual: como viajar para outro país sem sair de sua classe

Divirta-se com essas ferramentas nas férias e leve para a sala de aula em 2018

Por: Débora Garofalo
Foto: Reprodução/YouTube/Google for Education

Uma das coisas incríveis que presenciei na South By Southwest Edu Conference & Festival, SXSWedu, que ocorreu em Austin no Texas, EUA, foi conhecer o óculos de dimensão virtual que possui uma grande gama de possibilidade para enriquecer o processo de aprendizagem.

A realidade virtual é uma tecnologia de interface entre um usuário e um sistema operacional, que tem o objetivo de recriar ao máximo a sensação de realidade. Ela apresenta aos nossos sentidos (paladar, tato, olfato, visão e audição) um ambiente virtual, que podemos explorar de várias formas.

Os óculos VR funciona de uma maneira simples, basta baixar, pelo celular, as fotos ou os vídeos em 360º graus, que são imagens tiradas em sequência e agrupadas, permitindo essa visão. Depois, é só colocar o aparelho dentro do óculos e vivenciar esse momento. Infelizmente, os custos desse equipamento aqui no Brasil ainda não são acessíveis.

Pensando nisso, hoje quero compartilhar com vocês duas possibilidades: a de produzir fotos ou vídeos em 360º e a de confeccionar os óculos VR com seus alunos, usufruindo de todos os benefícios dele, a um custo baixo e com muita mão na massa.

O Google Cardboard é uma plataforma de realidade virtual desenvolvida pelo Google para usar no smartphone. A plataforma foi concebida com o propósito de gerar acessibilidade à realidade a virtual. Ela traz também a montagem e operação do visualizador, os óculos VR.

Vamos lá?!

O programa pode ser baixado pelo celular, na loja do aplicativo, e é gratuito. Depois de baixado, você consegue produzir fotos, vídeos e incluir áudio em 360º.

O Google também fornece o modelo dos óculos Google Cardboard, então você pode imprimir este material.

Materiais necessários para a produção do óculos Google Cardboard

  • Molde do Google Cardboard
  • Duas lentes específicas
  • Papelão
  • Ímã
  • Velcro
  • Elástico
  • Tesoura
  • Cola quente
  • Celular e ou smartphone com sistema operacional Android

Depois de pronto, o celular será colocado dentro do acessório, habilitando a imagem e permitindo que vocês usufruam desse momento.

A realidade virtual transforma a experiência do aprendizado em algo significativo e lúdico. Os cenários, por meio de criações interativas, permitem maneiras diferentes de relacionar com o meio social dos estudantes e de transformar esses espaços em currículo.

Já imaginou ter a possibilidade de “levar” os estudantes para conhecer o museu do Louvre, visitar lugares no Brasil ou explorar um game sem sair da sua sala de aula? Demais, né!

Ou que tal aproveitar o recurso de celular e ir a campo com os alunos produzindo fotos e ou vídeos em 360º graus? O próprio celular realiza automaticamente o processo de agrupamentos das imagens no formato ideal. Muitas possibilidades que irão agregar a aprendizagem e torná-la significativa.

Existem vários conteúdos e aplicativos educativos que permitem interação. Abaixo conheça alguns:

Google Street View:  Com seu celular e um óculos VR é possível visualizar qualquer lugar no mundo e olhar ao redor como se estivesse no local. Perfeito para visitar lugares e estudar diversas áreas do conhecimento.

RYOT VR: O aplicativo contém vídeos de notícias e documentários curtos em 360º, permitindo aos usuários oportunidade de participar interativamente de histórias do mundo.

The Body VR: Permite entender o funcionamento das células do sangue.

VRSE – Within VR: Com ele, você pode conhecer o mundo cinematográfico. Tem filmes curtos, documentários, belas imagens, além de um pouco de comédia.

Youtube: A cada dia cada vez mais vídeos 360º são disponibilizados. É possível olhar em volta, como se você estivesse de fato nos locais das imagens.

Discovery VR: Tem uma variedade de vídeos interessantes que podem ser trabalhados em sala de aula. 

The Night Café:  Permite realizar um tour por obras do pintor holandês Vincent Van Gogh.

Incell VR: É um game, com o enredo do ser humano em forma de uma corrida, onde a missão é se esquivar ou coletar objetos.

A principal vantagem que pontuo com a realidade virtual, além da interação e possibilidades de aprendizagem é a adaptação do ensino a partir das necessidades singulares de cada discente. O aluno que possui uma dificuldade de acompanhar o aprendizado com os demais colegas poderá sentir mais confiança a aprender através dos recursos digitais. E como essas ferramentas são muito divertidas, você pode experimentá-las nas férias, com as crianças da sua família – ou outros adultos – e depois levar para a sala de aula.

E você, querido (a) professor (a), já vivenciou a experiência com a realidade virtual? Conte aqui nos comentários! Compartilhe conosco suas experiências.

Um grande abraço e até a próxima!

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar