Seções | Estante

Sugestões de livros, filmes e sites

Referências para o trabalho do educador

POR:
NOVA ESCOLA e Anna Rachel Ferreira

Clássico do Mês

Educar na primeira infância

Tenho utilizado o livro para remontar os fundamentos da Educação Infantil e no trabalho de formação inicial e continuada de educadores. Zilma tem um olhar profundo sobre a criança e isso permite que ela faça propostas e reflita sobre a organização de currículos que promovam experiências de aprendizagem alinhadas com as necessidades e especificidades dessa faixa etária. A obra resgata pontos do passado e ainda ajuda a compreender questões contemporâneas relacionadas a aspectos sociais, psicológicos e educacionais, sem deixar de discorrer sobre o desenvolvimento infantil.Muitos debates e reflexões marcam a história da Educação Infantil, assim como várias obras. Porém, sistematizar o tema de forma fundamentada em uma única publicação é por vezes arriscado, já que abrangência pode incorrer em superficialidade ou em banalização. Educação Infantil: Fundamentos e Métodos é bem-sucedido nesse sentido. Zilma de Moraes Ramos de Oliveira apresenta de forma sintética e consistente aspectos históricos, retomando os pioneiros na construção de modelos pedagógicos e que ainda hoje inspiram o trabalho com a primeira infância. Ela também aborda questões que configuraram os serviços de atendimento aos pequenos na Europa e no Brasil, com o objetivo de delimitar tensões (por exemplo, uma Educação Infantil para as camadas populares e outra para a elite), e apresenta as bases e os desafios para garantir qualidade hoje.

Do ponto de vista teórico, a autora apresenta aspectos das obras do bielorrusso Lev Vygotsky (1896-1934) e do francês Henri Wallon (1879-1962). Com isso, dá destaque à criança ativa, criativa e interativa na relação com o mundo, onde a brincadeira é uma atividade importante na construção do conhecimento. Também são tratadas as interações entre os pequenos como um recurso de desenvolvimento.

MARISA VASCONCELOS FERREIRA, autora desta resenha, é docente do Instituto Superior de Educação Vera Cruz (ISE-Vera Cruz).

Educação Infantil: Fundamentos e Métodos, Zilma de Moraes Ramos de Oliveira, 264 págs., Ed. Cortez, tel. (11) 3864-0111, 48 reais


Formação

Projetos Didáticos de Gênero na Sala de Aula de Língua Portuguesa, Ana Maria de Mattos Guimarães e Dorotea Frank Kersch (orgs.), 216 págs., Ed. Mercado de Letras, tel. (19) 3241-7514, 54 reais

Entre os conteúdos da disciplina de Língua Portuguesa estão os gêneros textuais. Na obra, são analisados narrativa, personagens, espaço e tempo. As autoras enfatizam os pontos específicos de cada gênero, de acordo com seu propósito comunicativo.

 

 

 

Como Eu Ensino Números Naturais e Operações, Célia Maria Carolino Pires, 168 págs., Ed. Melhoramentos, tel. (11) 3874-0880, 54 reais

A coleção Como Eu Ensino visa propor novas abordagens aos temas ministrados em sala de aula. Este volume traz uma descrição histórica dos números, métodos introdutórios ao assunto e estudiosos renomados, como Jean Piaget (1896-1980), além de exemplos de simples aplicação em sala.

 

 

 


Infantojuvenis

Greve, Catarina Sobral, 52 págs., Ed. WMF Martins Fontes, tel. (11) 3293-8150, 39,80 reais

Os pontos decidiram fazer uma greve. Quem sofreu primeiro foram os textos, sem os pingos nos "is", exclamações e interrogações. Até os pontos cardeais saíram do mapa nesta história para lá de inusitada.

 

 

 

 

Elias e a Vovó que Veio do Ovo, Iva Prochásková, 128 págs., Ed. Escarlate, tel. (11) 3032-7603, 26 reais

Elias tem 7 anos e pais nada divertidos, que só trabalham. Um dia, ele encontra no meio da lama um ovo, de onde nasce uma avó. Só que ela é muito diferente das outras. Só tem minhocas na cabeça.

 

 

 

 

José Fipps, Nadine Robert, 64 págs., Ed. Caramelo, tel. (11) 3613-3000, 36 reais

José Fipps é um menino de 5 anos que vive aprontando. Certo dia, ele diz que quer ter outra mãe, e sua imaginação o transporta a um lugar bem frio. Lá vive uma família de morsas que o acolhe.

 

 

 

 


Outras Indicações

À Noite Andamos em Círculos, Daniel Alarcón, 320 págs., Ed. Alfaguara, tel.(21) 2199-7824, 39,90 reais

Nelson é um ator e dramaturgo desiludido e solitário. A namorada o abandonou e o irmão emigrou. Mas, quando é escolhido para encenar uma peça lendária, ele embarca numa turnê que mudará sua história.

 

 

 

 

Clube de Compras Dallas, Jean-Marc Vallée, 117 min., Universal, paramountbrasil.com.br, 39,99 reais

Ron Woodroof é um texano orgulhoso de sua masculinidade. Quando, em 1986, se descobre vítima da Aids, decide contrabandear remédios pelo mundo afora e se despir de preconceitos para lutar pela vida.

 

 

 

 


Entrevista

 

Roger Mello é o primeiro ilustrador brasileiro a vencer o Prêmio Hans Christian Andersen, concedido em 2014, pelo conjunto da obra. Seu mais novo livro, Entre Rios, traz textos de Moacyr Scliar, Márcio Souza, Índigo e outros quatro autores.

Como usou a ilustração para dar uma unidade à obra?

Com pequenas pistas do que foi escrito, mas sempre buscando um espaço entre as histórias ou entre os rios, como diz o título. A meu ver, "estar entre" traz a ideia de circular ou navegar, como o curso do rio.

Que técnica foi utilizada?

Usei caneta esfereográfica, nanquim e lápis para compor as imagens e fotocopiei tudo para dar um efeito de gravura. Os desenhos em preto foram impressos em páginas com tons de marrom e verde.

Como é sua relação afetiva com os rios?

Morei até os 19 anos em Brasília, e desde então vivo no Rio de Janeiro. Os dois lugares têm relações opostas com a água. Um pela ausência e outro pela presença. O livro me fez repensar nessas paisagens.

Entre Rios, Maria José Silveira (org.) e Roger Mello (ilustração), 152 págs., Ed. FTD, tel. 0800-772-2300, 44 reais

 

Compartilhe este conteúdo: