Reportagens | Prêmio Educador Nota 10 | Reportagens

Viva a Educação Infantil

Com projeto sobre o manguezal, Paula Sestari, de Joinville, foi escolhida a Educadora do Ano

POR:
Paula Peres, NOVA ESCOLA e Maggi Krause

Ao segurar seu primeiro troféu da noite, Paula Aparecida Sestari declarou, com voz firme: "Profissional de Educação Infantil também é professor!". A valorização desse segmento tornou-se a grande mensagem para os cerca de 1,5 mil presentes na Sala São Paulo assim que ela recebeu o título de Educadora do Ano na cerimônia da 17ª edição do Prêmio Educador Nota 10. 

Em seu projeto, Paula voltou o olhar de crianças de 4 e 5 anos para o manguezal localizado ao lado da CEI Odorico Fortunato, em Joinville, a 186 quilômetros de Florianópolis. O lugar, antes visto como um depósito de lixo, passou a ser observado e fiscalizado pela turma do alto de uma casinha de madeira construída no pátio da escola. Maria Virginia Gastaldi, selecionadora de Educação Infantil, destaca o diferencial do projeto: "Paula levou um problema real para discutir com os pequenos e, juntos, eles transformaram a maneira de se relacionar com o lugar onde vivem". 

Além da professora, outros nove educadores foram homenageados na festa do dia 20 de outubro e receberam um troféu junto com um prêmio de 15 mil reais cada um. Foram eles: Ana Cláudia Santos, professora de Língua Portuguesa em Santo Antônio do Monte, MG; Andréa de Fátima Dias Tambelli, que leciona Matemática em São Paulo; Angela Maria Vieira, docente de História em Joinville, SC; Emanuel Alves Leite, que ensina Arte em Macau, RN; Mara Elizabeth Mansani, alfabetizadora em Sorocaba, SP; Maria da Paz Melo, docente de Arte em Santa Rita do Sapucaí, MG; Marlene Garcia Alves, que ensina Matemática em Apucarana, PR; Monique Godoi Gomes Lescura, professora de Geografia em Lorena, SP; e Renata Maria Pontes Cabral de Medeiros, que dá aulas de Língua Portuguesa em Ituverava, SP. 

A escolha do Educador do Ano começou no sábado anterior à festa, quando os professores apresentaram os trabalhos para os jurados. "A qualidade dos projetos é impressionante. Eles estavam muito preparados e seguros", observou Lino de Macedo, docente aposentado do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP.) Além dele, o júri foi formado por Claudia Davis, superintendente da Fundação Carlos Chagas (FCC), Maria Alice Damasceno, diretora do Instituto Península, Maria do Pilar Lacerda Almeida e Silva, diretora da Fundação SM, Patricia Lacerda, do Instituto C&A, Rui Aguiar, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e presidido por Regina Scarpa, coordenadora pedagógica da Fundação Victor Civita (FVC).

Parceria inédita entre dois grupos
Juntas pela primeira vez, as empresas Globo e Abril, com a Fundação Roberto Marinho (FRM) e a FVC, se uniram para reconhecer o trabalho de docentes e gestores escolares brasileiros. Na abertura da cerimônia, Hugo Barreto, secretário-geral da FRM, disse: "Os dois grupos de mídia devem celebrar e iluminar essas boas práticas para que se perpetuem e virem uma ?febre? tão grande quanto o futebol, a fim de que se tenha uma Educação de qualidade no país". 

Durante a cerimônia, comandada pela jornalista Sandra Annenberg, os convidados assistiram a vídeos dos projetos e ouviram os agradecimento dos vencedores, que receberam os troféus das mãos de professores premiados em anos anteriores. "Formamos uma comunidade de Educadores Nota 10, que mantém vínculos com a FVC", comentou Regina. Enquanto os jurados deliberavam, a cantora Teresa Cristina animou a Sala São Paulo com samba e MPB. Coreografias da Cia. Cisne Negro, assinadas por Dany Bittencourt, abrilhantaram a festa. 

Maria Beatriz Moreira Luce, secretária de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), anunciou a vencedora da noite, que discursou em nome do grupo. "Sabemos que esta valorização é a confirmação de que seguimos pela direção certa, somos um exemplo para aqueles que iniciam sua carreira e um incentivo para quem jamais desiste do ofício de ensinar", ressaltou Paula. A professora ganhou duas viagens: uma para conhecer uma escola-modelo pública na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, oferecida pela Abril Educação, e outra para qualquer lugar do Brasil, presenteada pela Tam Linhas Aéreas.

 

"Certamente, estes dez professores que estão sendo homenageados hoje vão inspirar milhares de educadores por todo o Brasil." 
Victor Civita Neto (à esq.), presidente da FVC e do Conselho Editorial da Abril Mídia

"Quando um grupo se dedica a identificar as melhores práticas há 17 anos, só nos resta celebrá-las e iluminá-las, para que elas se reproduzam." 
Hugo Barreto, secretário-geral da Fundação Roberto Marinho

 

 

 

 

"O trabalho deste criativo e competente grupo de profissionais é reconhecido no prêmio, um marco nacional de valorização do magistério." 
Maria Beatriz Luce, secretária de Educação Básica do Ministério da Educação