Reportagens | Tecnologia | Reportagens

Gente que educa

Um site em que teoria e prática se unem na troca de ideias para a melhoria da Educação

POR:
Anna Rachel Ferreira

Um dos maiores desafios do educador é lidar com a diversidade cultural, emocional e de aprendizagem dos alunos. Para solucionar essa e outras questões da sala de aula, ele procura auxílio em livros e com a coordenação pedagógica, a direção da escola e os colegas de trabalho. Mas, em muitos momentos, se sente solitário na tentativa de ser bem-sucedido no seu ofício de ensinar.

Hoje, com os avanços tecnológicos, é possível aprofundar as pesquisas sobre vários temas e participar da construção de saberes por meio da troca de ideias entre pessoas do mundo todo: contar o que fez de bom e as dificuldades, além de conhecer práticas inspiradoras de outros docentes. Atenta a essas necessidades e oportunidades, a Fundação Victor Civita (FVC) criou o site GENTE QUE EDUCA, que vai promover o diálogo entre educadores.

"O desenvolvimento de formas de gestão baseadas em redes e grupos capazes de inteligência coletiva é uma das ações necessárias para uma Educação de qualidade no século 21", afirma o pesquisador venezuelano Fernando Reimers, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Com esse pensamento, foi desenvolvido o GENTE QUE EDUCA. Além da ampliação de conhecimentos sobre didáticas específicas e da possibilidade de adaptar planos de aula já publicados em novaescola.org.br, o site vai proporcionar a articulação de docentes do país todo, como classe profissional (leia mais no infográfico abaixo). "Eles vão poder mostrar o que sabem, identificar o que precisam e se conectar", diz Regina Scarpa, coordenadora pedagógica da FVC.

A proposta é unir teoria e prática em uma reflexão contínua. "Vamos ficar de olho nas demandas que surgirem para contribuirmos com os educadores do Brasil", explica Angela Dannemann, diretora executiva da FVC.