Sala de Aula | Matemática | Sala de aula

Contra o drama da divisão

Ao explicitar operações, o método americano ajuda a dar sentido às contas

POR:
Paula Peres, Alice Vasconcellos e Maggi Krause

Muita gente sente angústia diante de uma conta de divisão, principalmente se o divisor tiver dois algarismos. Em geral, quem apenas decorou o procedimento na escola, com o tempo, esquece como fazer a conta.

"O truque é fazer o aluno refletir sobre os conceitos de centena, dezena, unidade, quantas vezes um número menor se repete dentro de um maior, e saber o que significa o resto ao final da conta", sugere Julia Wrobel, professora da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Com a ajuda de exercícios contextualizados, o aluno decompõe números e estima multiplicações, bases do raciocínio da divisão. Por exemplo: existem jeitos de simplificar a conta 2.016:12. "Ele não sabe dividir por 12, mas tem a ideia de dividir tudo por dois, para resolver 1.008:6", diz Ivonildes Milan, formadora de professores. Vale deixar os alunos pensarem em estratégias criativas antes de apresentar a eles o atalho mais conhecido, o método curto. "Ele tem valor por ser mais rápido, mas pula etapas importantes quando estamos aprendendo a formalizar a conta", diz Ivonildes.

O outro, chamado método americano, mostra as etapas "resumidas" no curto. Segundo Célia Carolino, especialista em currículos de Matemática e formação de professores, ele permite estimar o resultado por aproximações e, com isso, cada estudante escolhe um caminho diferente de resolver. Na maneira tradicional, nada de opções para a solução: errou o primeiro algarismo no quociente, já era. Entenda as diferenças entre cada método e deixe sua turma esquentar a cabeça analisando as duas maneiras de fazer a conta ao lado.

PROVOCAÇÕES E COMPARAÇÕES

Faça perguntas para que eles conheçam a fundo os dois métodos

Cada método na balança


Qual das estratégia economiza tempo e etapas? O que acontece se os números forem muito maiores? Como resolver esta divisão sem poder usar o método curto?

Treinando estimativas
Qual dos jeitos permite usar várias tentativas como recurso de cálculo? O que fazer se o número pensado para o quociente dá um resultado menor do que precisamos?

Colocar bem o zero é a questão
Como o algarismo zero aparece no quociente nos dois métodos? Quando é que se coloca um zero no quociente ao resolver uma conta usando o método curto?

 


Foto: SHUTTERSTOCK