Seções | Reflexão | Caro Educador

Educação na boca do povo

A sala de aula foi para o centro do debate. Mas só você pode transformar essa discussão em mudança

POR:
NOVA ESCOLA
LEANDRO BEGUOCI,

LEANDRO BEGUOCI,
Diretor editorial e de produtos

Todo dia, pego um ônibus na esquina de casa para ir à NOVA ESCOLA. Na maior parte dos dias, leio um livro, vejo e-mails ou presto atenção em diálogos. O transporte público é um ótimo termômetro do que realmente está na boca, na mente, no coração das pessoas. Eu tenho até um caderninho para anotar as histórias e os diálogos mais interessantes que já presenciei. Não saber dirigir automóvel tem suas vantagens.

Nas últimas semanas, tenho prestado cada vez mais atenção na conversa alheia. Dizem que é mal de jornalista... Mas só ando tão curioso com o papo dos meus colegas de transporte coletivo porque eles estão falando de Educação. Nunca tinha escutado tantas opiniões sobre reforma do Ensino Médio ou comentários tão contundentes sobre investimentos na rede pública. A escola deixou de ser um substantivo abstrato ali no ônibus. Conversando com outras pessoas, essa impressão se repete: 2016, parece, é o ano da Educação no centro do debate público.

Como a escola vai estar nesse debate? É aí que entram professores e gestores. Vocês são os intelectuais da Educação e as pessoas que materializam ideais em práticas. Ao mesmo tempo, estão pouco representados no debate público. 

Nesta edição, nós trazemos várias reportagens sobre o protagonismo de professores e gestores, seja ensinando ou reformando a escola.

Na reportagem de capa, investigamos por que os alunos têm tanto medo de Matemática e conversamos com educadores transformadores que já conseguiram espantar esse fantasma da sala.

Em outro texto, tiramos dúvidas sobre a Base Nacional Comum Curricular, e explicamos por que o seu papel, professor ou gestor, é fundamental para implementar essa política pública que visa atacar as desigualdades educacionais. Mas só você pode transformar essa discussão em mudança.

Por fim, fizemos um guia para entender Sobral, a cidade cearense que tem a melhor Educação pública, no Ensino Fundamental, do Brasil. Essa conquista incrível é muito discutida e, ao mesmo tempo, pouco conhecida. Sobral não tem a receita perfeita, mas aponta caminhos. Como construir seu modelo de baixo para cima, escutando quem faz o ensino na prática e misturando essas ideias com excelentes referências nacionais e internacionais. Em Sobral, educadores são protagonistas dessa história de excelência. A escola boa é para todos os alunos, não importa se ricos ou pobres.

Por isso, termino esta última carta de 2016 com um pedido: assuma o lugar que é seu. Neste momento em que a Educação está indo ao centro do debate, traga a sala de aula para a discussão. Há muita gente boa pensando e executando políticas públicas na área. Mas, sem você, todas elas estarão incompletas. Claro que ensinar bem já é um grande passo. Mas mostrar para a sociedade inteira o que significa ensinar e aprender bem é o que muda um país.

P.S.: críticas, sugestões? Está tendo muitas ideias nas férias e gostaria de compartilhar? Você tem agora um descanso merecido, mas nossa equipe continua a todo vapor por aqui. Se quiser aproveitar um momento para me escrever, fique à vontade. O e-mail leandro@novaescola.org.br continua aberto para você.


Ilustração: Adriana Komura