Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Reportagens | Saúde | Reportagens

Como cuidar bem dos seus olhos

Para não prejudicar a vista, é preciso prevenir o desconforto causado pelo monitor dos computadores

POR:
Anna Rachel Ferreira
Crédito: Getty Images

Televisores, computadores, tablets e celulares têm ocupado cada vez mais espaço no nosso cotidiano. Seja para assistir a um filme, ler um livro, conversar com os amigos ou estudar, todos nós passamos boa parte do dia atentos ao que é mostrado em visores. Mas é preciso tomar cuidado. O uso contínuo desses aparelhos pode incomodar a vista e causar complicações futuras. 

Entre as reclamações recorrentes estão sensação de corpo estranho no olho, ardência, dor, irritação, vermelhidão, ressecamento e turvação, além de cansaço visual. A situação tem se tornado tão comum que o grupo de sintomas é hoje chamado de Síndrome Visual Relacionada a Computadores (SVRC). Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), 90% dos que usam a tecnologia por mais de três horas diárias apresentam um ou mais indícios do problema. "Fico muito tempo fazendo os trabalhos da faculdade diante da tela. Logo depois, meus olhos começam a arder e coçar", comenta Jéssica Giacomin, estudante de Pedagogia. "Achei que estava com conjuntivite", lembra Andréa da Costa Almeida, professora dos anos iniciais. Os sintomas começaram depois que ela iniciou a faculdade a distância, em 2007. 

O desconforto ocular ocorre quando ficamos em estado de alerta ao utilizar aparelhos como o computador. "Isso quer dizer que os olhos permancem mais abertos e piscam menos. A redução chega a ser de 60%", explica Newton Kara José Jr., oftalmologista do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Qual é o problema disso? Quanto maior a parte exposta do globo ocular, mais rápido o fluido lacrimal evapora e, quanto menos piscamos, menor a probabilidade de ele se espalhar pelos olhos e agir como lubrificante. Por essa razão, eles secam, ardem e coçam. A sensação é mais frequente em quem usa lentes de contato, pois elas já dificultam a lubrificação natural.

Já o desconforto visual, mais caracterizado por dores de cabeça e vista turva, ocorre pela proximidade dos olhos com o objeto observado e a luz incidida. Eles funcionam como as lentes de uma câmera fotográfica. Quando estão muito próximo do item visto, precisam ter o foco reajustado. "Temos um músculo de acomodação que ajuda o cristalino a chegar ao grau necessário para que se enxergue com nitidez", esclarece Pedro Carricondo, diretor da emergência de oftalmologia do Hospital das Clínicas de São Paulo. Quando o indivíduo fica muito tempo com o olhar perto da tela, requer muito dessa musculatura. 

A luminosidade também é um agravante para o desconforto visual, pois o excesso de luz emitida pela tela exige mais da retina. Isso pode dificultar a adaptação para enxergar em locais mais escuros logo após a utilização do aparelho, além de gerar imagens confusas de ser lidas. "É importante ressaltar que esse incômodo nos olhos para enxergar provoca stress no organismo e, consequentemente, queda no rendimento do sujeito para a atividade que realiza", reforça Carricondo. A constante exposição a tais desconfortos também pode trazer problemas a longo prazo. Em artigo para a SBO, o médico Maurício Bastos Pereira afirma que estudos clínicos apontam para uma possível diminuição na capacidade de adaptação do olho, devido ao uso excessivo da visão para perto no computador. Quanto aos olhos secos, eles podem causar microúlceras na córnea, que levam a uma menor proteção contra eventuais infecções. 

Abaixo, mostramos uma lista de atitudes simples que podem ajudar a prevenir problemas como a coceira, a dor e a irritação, entre outros. Caso os sintomas sejam muito fortes e constantes, é necessário procurar um médico. Ele vai avaliar se a questão é apenas um desconforto ou se existe a necessidade de óculos, por exemplo. 

DICAS PARA CUIDAR DA VISÃO

1) Dê um tempo: Faça intervalos de 10 a 15 minutos a cada duas ou três horas. É importante não usar a visão de perto durante esses intervalos.

2) Evite muita luz: Trabalhe em um ambiente com luz moderada, o que impede a criação de sombras e reflexos na tela, além da contração das pupilas. 

3) Ajuste o brilho: Regule o monitor ou a tela com menos brilho e mais constraste. Assim, você evita que o excesso de luz entre no globo ocular. 

4) Pisque sempre: Voluntariamente, abra e feche os olhos quando estiver usando o computador. Normalmente, isso ocorre de dez a 15 vezes por minuto. 

5) Incline a tela: Coloque o monitor de dez a 20 graus abaixo da sua linha de visão. Desse modo, as pálpebras cobrirão uma parte do globo ocular.

6) Beba água: Mantenha-se bem hidratado para garantir a produção lacrimal e, por sua vez, a lubrificação adequada dos olhos.

7) Fique afastado: Mantenha o monitor na distância de um braço de seu rosto. Esse é um espaço confortável para a manutenção do foco de visão.