Seções | Família | E agora, Telma?

Como lidar com crianças que sabem que os pais são usuários de drogas?

Telma Vinha responde a dúvidas sobre comportamento

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha,

Telma Vinha,
professora de Psicologia Educacional da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Pergunta enviada por Hercilia Helena de Carvalho Silva, Três Rios, RJ 

Esse é um problema complexo em que é preciso cautela. Pais que consomem drogas ou álcool não necessariamente desempenham de forma inadequada seu papel como cuidadores dos filhos. No entanto, consumir essas substâncias pode afetar significativamente a saúde física e mental do usuário e das pessoas que convivem com ele. É necessário observar com atenção se o aluno apresenta sinais de negligência ou de violência doméstica, baixa socialização, problemas emocionais ou de aprendizagem. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) determina que situações de suspeita ou confirmação de maus-tratos a crianças devem ser obrigatoriamente encaminhados ao Conselho Tutelar. Contudo, é importante que você não haja sozinha. Compartilhe o fato com a coordenação e, juntos, tracem um plano de ação para amparar esse aluno e minimizar os danos, dentro daquilo que é papel da escola. O objetivo é contribuir para que a criança se sinta valorizada e acolhida no ambiente escolar. Pode-se, por exemplo, organizar aulas de reforço para ajudá-la com a aprendizagem, dar-lhe pequenas responsabilidades e oferecer sempre que possível atividades diversificadas em sala, incluindo algumas que tenham jogos e atividades de expressão de sentimentos com participação voluntária. É válido chamar um parente que compartilhe das suas preocupações e tentar torná-lo um parceiro. Para isso, o tom da conversa não deve ser de repreensão ou de julgamento, e sim de preocupação com o bem-estar da criança. Avaliem também se deve ser feito o encaminhamento do caso para um profissional da saúde para ajudar o aluno a lidar com a situação.


Foto: Alexandre Battibugli

Compartilhe este conteúdo: