Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Trabalhar leitura e escrita é tarefa só da área de Língua Portuguesa?

Neurilene Martins responde a dúvidas sobre sala de aula

POR:
NOVA ESCOLA
Neurilene Martins,

Neurilene Martins,
é doutora em Educação e professora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) e responde a dúvidas sobre sala de aula

 

Pergunta enviada por Aidê Souza Ferreira, Ituberá, RN

Não. Ensinar a ler e escrever é função de toda a equipe pedagógica, afinal, essas são estratégias para a construção de aprendizagens em qualquer área de conhecimento. Para que os docentes das demais disciplinas também assumam essa responsabilidade, o professor de Língua Portuguesa, junto com o coordenador pedagógico, pode usar a experiência que tem e disseminar propostas de formação de leitores e escritores na escola, fazendo planejamentos em parceria com os colegas. Assim, é possível desenvolver práticas de linguagem específicas nas diversas áreas e em contexto de estudo. O educador de Geografia, por exemplo, pode adequar suas mediações para favorecer momentos em que os alunos lançam mão da leitura e da escrita, como para analisar e elaborar mapas geográficos. Já em Ciências, é possível trabalhar atividades que objetivem produzir relatórios de experimentos realizados. Vale ressaltar que ler textos difíceis, grifar, tomar notas, fazer fichamentos e resumos, realizar seminários e debates são procedimentos que todos os professores devem investir para assegurar o sucesso dos estudantes na vida acadêmica. Para que essas propostas façam parte do cotidiano escolar, no entanto, é fundamental garantir a formação do corpo docente. São processos contínuos de planejamento colaborativo e de reflexões teóricas sobre as próprias práticas que os farão se apropriar do como ensinar a ler e escrever em consonância com os temas específicos de cada área.


Foto: Valter Pontes

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias