Seções | Sexualidade | E agora, Telma?

Dois alunos do 4º ano se masturbaram mutuamente no banheiro. Como lidar?

Telma Vinha responde a dúvidas sobre comportamento

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha,

Telma Vinha,
professora de Psicologia Educacional da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Pergunta enviada por Jeniffer Julian, Sorocaba, SP 

Os jogos sexuais infantis possibilitam descobertas de si e do outro. Os problemas surgem quando uma criança subjuga a outra, há desnível de idade ou elas estão se tocando em público. Se você presenciou a cena, significa que os alunos não estavam em local privado. É necessário, então, intervir. Distraia-os com outra atividade e depois, em particular, explique que há coisas que não fazemos na frente dos outros. Acrescente que, se o colega não quiser, deve ser respeitado. A criança é naturalmente curiosa sobre sexo, mas as dúvidas nem sempre são sanadas. O tema é amplo e cabe à gestão escolar construir um projeto de orientação sexual e preparar a equipe para desenvolvê-lo em todos os níveis com abordagens diferentes. A Educação sexual não tem caráter terapêutico nem dita o certo e o errado. Isso cabe à família, que deve estar ciente do trabalho da escola. Em casos específicos, vale investigar se a criança não é exposta a conteúdo inadequado ou está sendo vítima de abuso.


Foto: Alexandre Battibugli

Compartilhe este conteúdo: