Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Reportagens | Espaço | Reportagens


Por: Bruna Escaleira, Fernanda Salla e Lucas Freire

Visualizando a violência

Mapear os locais e tipos de agressões é o primeiro passo para resolver a questão

Clique aqui para ampliar a imagem

 

O PASSO A PASSO DO MAPEAMENTO

  1. Conhecer os sentimentos Entregue dois pedaços de papel a cada aluno. Peça que escreva ou desenhe o que há de melhor na escola em um e o que há de pior em outro.
     
  2. Socializar opiniões Promova a discussão entre os alunos. Destaque os sentimentos mais apontados (agressão, bem-estar, agradável, perigoso e assim por diante). Eles serão a base do mapeamento.
     
  3. Classificar os lugares Peça que a turma defina uma cor para cada sentimento. Ofereça pedaços de papel nas cores escolhidas. Oriente os alunos a escrever ou desenhar relatos sobre essas emoções e colar nas paredes do local em que ocorreram. Para que se sintam mais à vontade, não é preciso assinar.
     
  4. Saber o que todos pensam Promova um passeio pela escola para a leitura e recolhimento dos depoimentos.
     
  5. Colorir o mapa Oriente a turma a desenhar um mapa da escola emcartolina. Conte quantos papéis de cada cor foram colados em cada ambiente e peça que pintem cada espaço do mapa com as cores.
     
  6. Prever ações O mapa é um diagnóstico para começar o trabalho sobre clima escolar. Leve-o para assembleias e discuta formas de melhorar os espaços.

Consultoria: Bianca Oliveira, Breno Castro Alves e Hermes do Nascimento, realizadores da oficina "Como eu vejo" com os alunos da 8º série da EMEF Canuto do Val, em São Paulo, com apoio da Associação Cidade Escola Aprendiz.


Ilustração: Marcus Penna