Reportagens | Equipe | Reportagens

Desculpa falsa

Ética e respeito precisam ser resgatados na conversa com o funcionário que inventa um motivo para se ausentar

POR:
Aurélio Amaral

 

 

 

O professor falta e no dia seguinte apresenta um atestado médico para justificar a ausência. Até aí, tudo certo. Problemas de saúde acontecem e todos têm o direito de se cuidar. Mas imagine se você, gestor, descobre que o atestado apresentado é falso. Antônio Carlos Brasiliense Carneiro, diretor do Instituto Alana, em São Paulo, comenta no vídeo como o diretor deve agir ao se deparar com mentiras como essa. Resgatar princípios e valores que são essenciais para manter uma relação de confiança e parceria é o primeiro passo.

Compartilhe este conteúdo: