Quando o uso da calculadora ajuda no aprendizado?

Matemática

POR:
NOVA ESCOLA
Heloisa Ramos. Foto: Marina Piedade Neury responde

Neurilene Martins é doutora em Educação e professora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) e responde a dúvidas sobre sala de aula

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Heide Alves Fernandes, Palmeiras, BA

Disponível também em computadores e celulares, a calculadora está incorporada à prática social cotidiana. Na sala de aula, essa ferramenta pode ter uma função pedagógica importante ao ser utilizada pelo professor em propostas de investigação, levantamento de hipóteses e validação, de modo a favorecer a reflexão das crianças sobre os conhecimentos matemáticos. Nesse sentido, é possível usar o instrumento para ensinar o sistema de numeração decimal nos anos iniciais do Ensino Fundamental, com situações-problema como: "A tecla do algarismo 2 da calculadora quebrou. Como fazer aparecer no visor o número 20?", "O que acontece com o número 10 que está no visor se adicionarmos mais 10?", "O que fazer para que o 25 se transforme em 5?" ou "O que acontece ao número 23 que aparece na calculadora se acrescentar a ele o algarismo zero no final?". Questões como essas, abordadas de forma progressiva e sistemática, fazem com que os estudantes explorem o funcionamento do sistema de numeração, levantem hipóteses sobre as relações e grandezas matemáticas envolvidas e as validem com o uso da calculadora. Assim, com uma mediação didática adequada, eles têm a oportunidade de elaborar explicações e justificativas sobre sua organização e o valor posicional dos números. A ferramenta também pode ser utilizada para explorar as propriedades das operações. Nos anos finais do Ensino Fundamental, ela é útil para conferir resultados de cálculos realizados.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias