Seções | Caro Gestor

Lição de casa: bem vista por todos

POR:
NOVA ESCOLA
Maggi Krause,

Maggi Krause,
Diretora de redação

Para que colabore de verdade para a aprendizagem e a autonomia dos alunos, a lição de casa merece muita atenção de coordenadores e professores. Com o intuito de oferecer umpanorama completo do tema, GESTÃO ESCOLAR elencou tipos de deveres, o que não pode faltar nas reuniões de formação e no planejamento dos docentes e como pedir a colaboração dos pais. A matéria reuniu o capricho de apuração da repórter Karina Padial e o olhar experiente e organizado da editora Paola Gentile e termina com um pôster para exibir na escola o propósito da lição para gestores, professores e alunos. São eles os personagens principais também do projeto institucional de Orientação Sexual; e do estudo O Que Pensam os Jovens de Baixa Renda sobre a Escola, encomendado pela Fundação Victor Civita (FVC) ao Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), ambos em São Paulo. Ao ouvir os estudantes do Ensino Médio de São Paulo e Recife e quem não está mais na escola, a pesquisa concluiu que a convivência com bons professores e as amizades são fatores de motivação. Para completar, o repórter Aurélio Amaral conta como aproveitar a socialização dos jovens em prol da aprendizagem. Em abril, Aurélio recebeu o Prêmio do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad) de Jornalismo na Categoria Sudeste pela reportagem sobre as assembleias escolares implantadas pela diretora Débora Sacilotto, Gestora Nota 10 do Prêmio Victor Civita de 2012.

Legado generoso para a Educação 

No último domingo de maio, nos despedimos de Roberto Civita (1936-2013), presidente da Fundação Victor Civita (FVC) e do conselho de administração da Abril S.A. Além de ser um dos responsáveis por tornar sua empresa a maior editora do país, Civita dedicou mais de meio século de trajetória profissional à paixão de editar revistas e nunca se afastou da postura ética e do compromisso com o leitor. Em 1990, substituiu seu pai, Victor, na presidência da fundação, mantida por sua família, pela Abril e por parceiros. Visionário, seguiu com o compromisso de investir na melhoria da Educação no Brasil e trabalhar por ela muito antes de o tema ganhar a importância atual. 

Sob seu comando, a FVC expandiu sua atuação e passou a apoiar os educadores com iniciativas nos eixos de qualificação, valorização e investigação. GESTÃO ESCOLAR e NOVA ESCOLA são hoje as duas maiores revistas de Educação do Brasil. O site conta com mais de 1 milhão de visitantes únicos por mês. O Prêmio Victor Civita Educador Nota 10 consolidou-se como o mais tradicional no país e a área de Estudos e Pesquisas já patrocinou 15 investigações sobre questões fundamentais para o avanço da qualidade da Educação. 

Doutor Roberto, como era conhecido, acompanhava de perto todas essas iniciativas, e o reconhecimento da vital importância do trabalho do professor era uma constante em suas palavras. Como destacou na primeira edição do Prêmio Victor Civita Educador Nota 10, em 1998: "Essa é uma contribuição ao fundamental processo de identificar e valorizar professores que são exemplo e cujo trabalho merece e precisa ser conhecido, ampliado e reproduzido". 

Para Angela Dannemann, diretora executiva da FVC, Roberto Civita foi um ser humano inspirador. "Ele imprimiu seus valores de democracia e liberdade de expressão em tudo o que fez, em todas as ocasiões, pautado pela cordialidade e pelo respeito ao outro. Vamos seguir aplicando seu exemplo na busca pela qualidade do ensino público, que ele sempre promoveu, como fez seu pai antes dele."

Compartilhe este conteúdo: