O menino mora cada dia na casa de um, está desmotivado e com desempenho baixo. Como ajudar?

Família

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha. Foto: Marina Piedade E agora, Telma?

Telma Vinha é professora de Psicologia Educacional na Unicamp e tira dúvidas sobre comportamento.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Maria Santiago, Chapada dos Guimarães, MT

Maria, problemas afetivos podem, de fato, afetar a motivação para aprender. É preciso, também, refletir sobre outros fatores que interferem nisso. Muitas vezes, temos de observar o que ocorre dentro da escola. Analise como está a qualidade tanto das atividades oferecidas para essa criança quanto da interação social. Lacunas de conhecimento, a influência de expectativas negativas, falta de reconhecimento e de valorização são pontos que precisam ser considerados. Os alunos tendem a se esforçar mais quando se sentem aceitos e capazes de obter êxito. Os retornos do professor, o clima hostil na classe, as formas impróprias de avaliação, as comparações e a pressão do tempo para realizar as atividades podem agravar o quadro. Em relação à família, sugiro chamar o responsável legal do estudante para uma conversa. Com tato, ouça-o. Limite a conversa ao interesse pelo aprendizado e pelo bem-estar da criança e evite julgar ou dar conselhos. Sua postura será fundamental para acolher o parente e iniciar um contato que beneficiará o aluno.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias