Indicar um livro sem tê-lo lido

Assim não dá!

POR:
NOVA ESCOLA

Heloisa responde

Heloisa Ramos é formadora de professores
e responde dúvidas sobre sala de aula.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Sugerir uma leitura à turma sem conhecer o conteúdo é como indicar uma receita de um prato sem nunca tê-lo degustado. Isso porque não é possível conhecer a fundo uma obra literária sem experimentá-la. Há muitas formas de obter informações sobre um livro - uma boa resenha, a opinião de quem o leu anteriormente -, mas nada substitui a leitura em si. Se queremos que a moçada tome gosto pelos livros, esse nosso contato inicial com eles é fundamental. Como instigar a turma a conhecer o trabalho de um autor, por exemplo, quando nós mesmos não temos convicção sobre ele? Antes de propor um livro à classe, é preciso lê-lo com atenção e observar o que ele provoca em você. Fique atento ao diálogo silencioso que estabelece com a obra, saboreie as ilustrações, a trama, a organização do texto, a linguagem, a seleção lexical e os recursos linguísticos usados pelo escritor. Só assim será possível ter pistas sobre o que pode ser explorado nas atividades de leitura com os alunos. Para saber mais, vale a pena conhecer o livro Leituras Literárias: Discursos Transitivos, organizado por Zélia Versiani (208 págs., Ed. Autêntica, tel. 0800-283-1322, 43,90 reais).

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias