Ignorar o que os alunos não sabem

Assim não dá!

POR:
NOVA ESCOLA

Heloisa responde

Heloisa Ramos é formadora de professores
e responde dúvidas sobre sala de aula.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Vamos imaginar a cena: antes do começo das aulas, o professor elabora o planejamento baseado nas expectativas de aprendizagem da classe. Iniciado o ano letivo, ele começa a seguir exatamente o que pensou, mas se depara com alguns alunos que ainda não têm base para aprender o que quer ensinar. Como proceder? Não se pode deixar de lado esses estudantes e dar continuidade ao plano sem alterações. Tão importante quanto considerar os saberes já adquiridos é levar em conta o que a turma ainda não sabe. A cada conteúdo a ser ensinado, é preciso fazer um diagnóstico para intervir adequadamente - ajustando as atividades e as ajudas às necessidades da moçada. Pergunte-se o que falta para que determinado tema seja compreendido. Em Matemática, por exemplo, para falar em "perímetro de um polígono", é fundamental que a classe saiba o que são polígonos, segmentos de reta e unidades de medida. Caso alguns ainda não possuam os conceitos estruturantes, é importante ensiná-los antes de continuar. O desafio reside em propor trabalhos que levem a turma a tomar consciência e aprender o que até então desconhecia.

Compartilhe este conteúdo: