Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
RDRevista Digital

Especiais

Nesta área você encontrará todo o acervo da revista de maneira organizada e em formato digital

Reportagens | Prova Brasil | Reportagens


Por: Iracy Paulina

Em outubro, uma nova avaliação

Confira 96 questões divulgadas pelo MEC, com a análise de especialistas, para ajudar os alunos a se preparar para o exame

A terceira edição da Prova Brasil será realizada entre os dias 19 e 30 de outubro. Cerca de 6 milhões de estudantes de 5º e 9º anos (4ª e 8ª séries) do Ensino Fundamental, de escolas públicas de todo o país, serão avaliados em Língua Portuguesa e Matemática. O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) montaram modelos de avaliação para o 5º e o 9º ano nos mesmos moldes da Prova Brasil.

Nesta edição, você encontra a análise de 96 itens semelhantes aos da prova e orientações didáticas para que você ajude os alunos a se familiarizar com ela. "As questões foram selecionadas e organizadas de modo a dar uma ideia do que os estudantes encontrarão em outubro", explica Frederico Neves Condé, coordenador geral de instrumentos de medidas do Departamento de Avaliação da Educação Básica do Inep.

A Prova Brasil é elaborada com base nas propostas curriculares de alguns estados e municípios e nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). Uma comissão do MEC analisou esse material e, dos pontos em comum, elaborou uma matriz de referência. Essa, por sua vez, não engloba todo o currículo escolar, e sim as habilidades e competências que precisam ser aferidas. Cada uma delas é sintetizada por um descritor. Na prova de Matemática, são avaliadas as habilidades de resolver problemas em quatro temas: espaço e forma, números e operações, grandezas e medidas e tratamento da informação. Para o 5º ano, são 28 descritores, e para o 9º, 37.

Já a prova de Língua Portuguesa avalia apenas habilidades de leitura, representadas por 15 descritores para o 5º ano e 21 para o 9º. Eles estão agrupados em cinco blocos: procedimentos de leitura; implicação do suporte, do gênero e/ou do enunciador na compreensão do texto; relação entre textos; coerência e coesão no processamento do texto; relações entre recursos expressivos e efeitos de sentido e variação linguística. "A ideia é avaliar se o aluno tem a capacidade de fazer uma leitura crítica", explica Gisele Gama Andrade, da Abaquar Consultores e Editores Associados, organizadora dos estudos Língua Portuguesa - Orientações para o Professor e Matemática - Orientações para o Professor, realizados pelo Inep, pela Fundação Victor Civita e pelo Todos Pela Educação - com o apoio do Itaú BBA.

 

Pré-teste em todo o país

A Prova Brasil é formulada por especialistas de cada área com experiência em sala de aula. Eles fazem a classificação do grau de complexidade das questões com base nos raciocínios que os alunos podem utilizar. Antes de chegar à Prova Brasil, as perguntas passam por um pré-teste para saber como os alunos as resolvem. "Elas são aplicadas a uma grande amostragem de estudantes de todo o país", diz Condé. "Com isso, verificamos como um item é interpretado e resolvido e quais têm possibilidade de acerto por chute, ou seja, sem o conhecimento do conteúdo. Esses são eliminados do banco de questões." A pré-testagem mais recente foi feita em 2007 e servirá para a montagem da prova deste ano.

É atribuída uma pontuação para cada questão, o que permite classificá-la numa escala numérica de zero a 500, que define as habilidades ou competências já construídas pelo estudante. Chega-se, então, ao último passo do processo, que é a escolha, entre as pré-testadas, das perguntas que irão compor a prova. No balanço geral, segundo Condé, cerca de 60% são classificadas num grau médio de complexidade. As demais se dividem entre fáceis e difíceis. Na elaboração do exame, também há a preocupação de começar pelas questões mais fáceis para não desestimular os alunos.

 

Como será a Prova Brasil

Como nos exames realizado em 2005 e 2007, o Inep prepara 14 blocos de questões (sete de Língua Portuguesa e sete de Matemática). Cada estudante recebe um caderno com dois blocos de cada disciplina. Eles são arranjados de forma a gerar 21 combinações diferentes. Assim, numa mesma turma, dificilmente dois alunos farão provas iguais. Nas edições anteriores, cada bloco destinado aos estudantes do 5º ano era composto de 11 questões. Ou seja, os alunos tinham de responder a 44 perguntas - 22 de Língua Portuguesa e 22 de Matemática. Para este ano, o Inep estuda a possibilidade de fazer blocos com 12 perguntas cada um, o que elevaria o total a ser respondido para 48. Para realizar o exame em forma de teste de múltiplas escolhas, com quatro ou cinco alternativas, os estudantes têm duas horas e meia. Esse também é o tempo estipulado para os alunos da 8ª série, cuja prova tem blocos de 13 questões (no total de 52).

 

Como a nota é divulgada

O objetivo da Prova Brasil não é avaliar o aluno, e sim o sistema. Por isso, o resultado é divulgado por escola e pode ser consultado no site provabrasil.inep.gov.br. Também não é uma nota de 0 a 10, como em provas comuns. Ela é uma média e mostra em que ponto da escala de 0 a 500 os alunos de determinada instituição estão nas duas disciplinas. Essa posição indica as habilidades já conquistadas, as que ainda estão em construção e as que necessitam de retomada para que sejam desenvolvidas. Esse dado permite à escola comparar o desempenho dos estudantes com a média do município, do estado e do Brasil. As que já participaram das outras edições podem avaliar em que pontos houve avanço em relação às notas anteriores e em quais disciplinas é preciso investir e planejar e formação de professores. Finalmente, cabe o questionamento: como a escola está em relação às metas traçadas para o ano? "Analisando o desempenho dos alunos na Prova Brasil, os professores verificam em que momento da construção do conhecimento os alunos estão e o que precisa ser reforçado em sala de aula para que eles continuem avançando", observa Condé.

 

Para ajudar no trabalho

Nesta edição, você vai encontrar itens da prova com a indicação do descritor a que se refere. Uma equipe de cinco consultores analisou cada um deles, descrevendo os possíveis caminhos que o aluno pode seguir para chegar à solução. Em seguida, estão relacionadas possibilidades de orientações para organizar atividades sobre os diversos temas em sala de aula.

Cleusa Capelossi, professora da Escola da Vila, em São Paulo, dá as dicas para a prova de Matemática do 5º ano. Beatriz Gouveia, coordenadora do programa Além das Letras, do Instituto Avisa Lá, e Kátia Brakling, professora do Instituto Superior de Educação Vera Cruz, ambos em São Paulo, fazem o mesmo para as questões de Língua Portuguesa do 5º ano.

As perguntas de Matemática que serão resolvidas pelos jovens do 9º ano foram esmiuçadas por Luciana do Oliveira Gerzoschkowitz Moura, também professora da Escola da Vila, e Claudio Bazzoni, assessor de Língua Portuguesa da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e selecionador do Prêmio Victor Civita - Educador Nota 10, analisou os itens do exame de Língua Portuguesa do 9º ano. Aproveite esta edição e bom trabalho.

Descritores de Matemática para o 5º ano

Espaço e forma

  • D1 Identificar a localização e movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas
  • D2 Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos, relacionando figuras tridimensionais com suas planificações
  • D3 Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados, pelos tipos de ângulos
  • D4 Identificar quadriláteros observando as posições relativas entre seus lados (paralelos, concorrentes, perpendiculares)
  • D5 Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados, do perímetro, da área em ampliação e/ou redução de figuras poligonais usando malhas quadriculadas

Grandezas e medidas

  • D6 Estimar a medida de grandezas utilizando unidades de medida convencionais ou não
  • D7 Resolver problemas significativos utilizando unidades de medida padronizadas como km/m/cm/mm, kg/g/mg, l/ml
  • D8 Estabelecer relações entre unidades de medida de tempo
  • D9 Estabelecer relações entre o horário de início e término e/ou o intervalo da duração de um evento ou acontecimento
  • D10 Num problema, estabelecer trocas entre cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro em função de seus valores
  • D11 Resolver problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas
  • D12 Resolver problema envolvendo o cálculo ou a estimativa de áreas de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas

Números e operações/Álgebra e funções

  • D13 Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base 10 e princípio do valor posicional
  • D14 Identificar a localização de números naturais na reta numérica
  • D15 Reconhecer a decomposição de números naturais nas suas diversas ordens
  • D16 Reconhecer a composição e a decomposição de números naturais em sua forma polinomial
  • D17 Calcular o resultado de uma adição ou subtração de números naturais
  • D18 Calcular o resultado de uma multiplicação ou divisão de números naturais
  • D19 Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados da adição ou subtração: juntar, alteração de um estado inicial (positiva ou negativa), comparação e mais de uma transformação (positiva ou negativa)
  • D20 Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados da multiplicação ou divisão: multiplicação comparativa, ideia de proporcionalidade, configuração retangular e combinatória
  • D21 Identificar diferentes representações de um mesmo número racional
  • D22 Identificar a localização de números racionais representados na forma decimal na reta numérica
  • D23 Resolver problema utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro
  • D24 Identificar fração como representação que pode estar associada a diferentes significados
  • D25 Resolver problema com números racionais expressos na forma decimal envolvendo diferentes significados da adição ou subtração
  • D26 Resolver problema envolvendo noções de porcentagem (25%, 50%, 100%)

Tratamento da informação

  • D27 Ler informações e dados apresentados em tabelas
  • D28 Ler informações e dados apresentados em gráficos (particularmente em gráficos de colunas)

Descritores de Língua Portuguesa para o 5º ano

Procedimentos de Leitura

  • D1 Localizar informações explícitas em um texto
  • D3 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão
  • D4 Inferir uma informação implícita em um texto
  • D6 Identificar o tema de um texto
  • D11 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato

Implicações do suporte, do gênero e/ou do enunciador na compreensão do texto

  • D5 Interpretar texto com o auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto etc.)
  • D9 Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros

Relação entre textos

  • D15 Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido

Coerência e coesão no processamento do texto

  • D2 Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto
  • D7 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa
  • D8 Estabelecer relação causa e consequência entre partes e elementos do texto
  • D12 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios etc.

Relações entre recursos expressivos e efeitos de sentido

  • D13 Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados
  • D14 Identificar o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações

Variação linguística

  • D10 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto

Descritores de Matemática para o 9º ano

Espaço e forma

  • D1 Identificar a localização e movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas
  • D2 Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais e tridimensionais, relacionando-as com suas planificações
  • D3 Identificar propriedades de triângulos pela comparação de medidas de lados e ângulos
  • D4 Identificar relação entre quadriláteros por meio de suas propriedades
  • D5 Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados, do perímetro, da área em ampliação e/ou redução de figuras poligonais usando malhas quadriculadas
  • D6 Reconhecer ângulos como mudança de direção ou giros, identificando ângulos retos e não retos
  • D7 Reconhecer que as imagens de uma figura construída por uma transformação homotética são semelhantes, identificando propriedades e/ou medidas que se modificam ou não se alteram
  • D8 Resolver problema utilizando a propriedade dos polígonos (soma de seus ângulos internos, número de diagonais, cálculo da medida de cada ângulo interno nos polígonos regulares)
  • D9 Interpretar informações apresentadas por meio de coordenadas cartesianas
  • D10 Utilizar relações métricas do triângulo retângulo para resolver problemas significativos
  • D11 Reconhecer círculo e circunferência, seus elementos e algumas de suas relações

Grandezas e medidas

  • D12 Resolver problema envolvendo o cálculo de perímetro de figuras planas
  • D13 Resolver problema envolvendo o cálculo de área de figuras planas
  • D14 Resolver problema envolvendo noções de volume
  • D15 Resolver problema envolvendo relações entre diferentes unidades de medida

Números e operações/Álgebra e funções

  • D16 Identificar a localização de números inteiros na reta numérica
  • D17 Identificar a localização de números racionais na reta numérica
  • D18 Efetuar cálculos com números inteiros envolvendo as operações (adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação)
  • D19 Resolver problema com números naturais envolvendo diferentes significados das operações (adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação)
  • D20 Resolver problema com números inteiros envolvendo as operações (adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação)
  • D21 Reconhecer as diferentes representações de um número racional
  • D22 Identificar fração como representação que pode estar associada a diferentes significados
  • D23 Identificar frações equivalentes
  • D24 Reconhecer as representações decimais dos números racionais como uma extensão do sistema de numeração decimal, identificando a existência de "ordens", como décimos, centésimos e milésimos
  • D25 Efetuar cálculos que envolvam operações com números racionais (adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação)
  • D26 Resolver problema com números racionais que envolvam as operações (adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação)
  • D27 Efetuar cálculos simples com valores aproximados de radicais
  • D28 Resolver problema que envolva porcentagem
  • D29 Resolver problema que envolva variações proporcionais, diretas ou inversas entre grandezas
  • D30 Calcular o valor numérico de uma expressão algébrica
  • D31 Resolver problema que envolva equação de segundo grau
  • D32 Identificar a expressão algébrica que expressa uma regularidade observada em sequências de números ou figuras (padrões)
  • D33 Identificar uma equação ou uma inequação de primeiro grau que expressa um problema
  • D34 Identificar um sistema de equações do primeiro grau que expressa um problema
  • D35 Identificar a relação entre as representações algébrica e geométrica de um sistema de equações de primeiro grau

Tratamento da informação

  • D36 Resolver problema envolvendo informações apresentadas em tabelas e/ou gráficos
  • D37 Associar informações apresentadas em listas e/ou tabelas simples aos gráficos que as representam e vice-versa

Descritores de Língua Portuguesa para o 9º ano

Procedimentos de Leitura

  • D1 Localizar informações explícitas em um texto
  • D3 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão
  • D4 Inferir uma informação implícita em um texto
  • D6 Identificar o tema de um texto
  • D14 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato

Implicações do suporte, do gênero e/ou do enunciador na compreensão do texto

  • D5 Interpretar texto com o auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto etc.)
  • D12 Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros

Relação entre textos

  • D20 Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido.
  • D21 Reconhecer posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou ao mesmo tema.

Coerência e coesão no processamento do texto

  • D2 Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto
  • D7 Identificar a tese de um texto
  • D8 Estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la
  • D9 Diferenciar as partes principais das secundárias em um texto
  • D10 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa
  • D11 Estabelecer relação causa/consequência entre partes e elementos do texto
  • D15 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios etc.

Relações entre recursos expressivos e efeitos de sentido

  • D16 Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados
  • D17 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações
  • D18 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de uma determinada palavra ou expressão
  • D19 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da exploração de recursos ortográficos e/ou morfossintáticos

Variação linguística

  • D13 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto