O que fazer quando há líderes na sala que tumultuam as aulas?

Faça o contrário: demonstre real interesse pelo que dizem

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha. Foto: Marina Piedade E agora, Telma?

Telma Vinha é professora de Psicologia Educacional na Unicamp e tira dúvidas sobre comportamento.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Angela Cristina Simão, São José do Rio Preto, SP

Esses alunos costumam ser vistos como inoportunos e tratados com censura ou indiferença. Com isso, sentem que os saberes que têm não são valorizados. Faça o contrário: demonstre real interesse pelo que dizem, mesmo que, aparentemente, não tenha relação com o tema estudado. Aproveite as contribuições que estão trazendo visando incorporar as observações de cada um ao trabalho. Procure criar vínculo com os estudantes para que também considerem a sua opinião. Busque surpreendê-los utilizando uma abordagem diferente daquela a que estão habituados - com uma resposta bem-humorada, por exemplo. Outro aspecto a ser considerado é o limite. De maneira firme, com tranquilidade e sem atacar a dignidade de ninguém, valide as regras e os combinados elaborados pelo grupo sempre que necessário, evitando que os estudantes ajam a ponto de se tornarem inconvenientes. Aproveite ainda a liderança no sentido positivo, envolvendo-os em grêmios, rádio escolar etc.

Tags

Guias

Tags

Guias