Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Blog

Blog de Alfabetização

Troque experiências e boas práticas sobre o processo de aquisição da língua escrita.

Os dez mandamentos de férias do professor feliz

Apesar de maravilhosa, a profissão de educador é cansativa e muitas vezes estressante

POR:
Mara Mansani

Quando o semestre termina, estamos pedindo desesperadamente descanso, tranquilidade, férias! Apesar de maravilhosa, a profissão de educador é cansativa e muitas vezes estressante. Temos que conciliar a responsabilidade de fazer os alunos avançarem em suas aprendizagens, mediar conflitos, atender pais, resolver burocracia, planejar, avaliar e tantas outras coisas. E nem sempre conseguimos nos organizar e encontrar tempo para cuidar de nós e da nossa família. Ufa! Por todos esses motivos, proponho a vocês um pacto de férias para recuperar a saúde e a calma que os próximos dias nos oferecem. Vamos nessa?

Então, fica estabelecido que:

- O recesso escolar é um direito sagrado e absoluto de descanso de todos os educadores do Brasil.

- É proibido o uso de verbos imperativos, de vozes alteradas, a não ser que sejam gargalhadas e cantorias em momentos de alegria (assista ao divertido vídeo que mostra uma professora brigando com seu namorado como se estivesse em sala de aula).

- Não é aceita a proximidade com máquinas como as reprodutoras de atividades escolares, a não ser que sejam câmeras fotográficas para registro de momentos de relaxamento.

- É permitido a todos educadores dormir até mais tarde, praticar o ócio, acordar de madrugadinha para ver o sol nascer e ter alguém que faça massagem em seus pés! (veja a entrevista com o sociólogo italiano Domenico de Masi que aborda o ócio criativo)

- É permitido comer alimentos mais saudáveis, assim como diminuir açúcares e gorduras em excesso, desde que o sabor e o prazer sejam mantidos.

- É necessário reservar tempo para meditar, orar, rezar ou fazer uma reflexão sobre a vida. Pensar sobre como permanecer alegre e fazer outros felizes é altamente recomendável!

- Também é essencial aproveitar o momento para a avaliação da saúde, com exames e consultas médicas,

- É imprescindível curtir as pessoas que amamos, seja no cinema, em viagens, acampamentos, parques ou praças públicas com muita luz do sol (veja as dicas de viagens de outros professores).

-É recomendável evitar falar de assuntos que causem preocupações. Se for irresistível, que o discurso seja breve!

- É essencial ouvir músicas de qualidade, ler bons livros, ver filmes que emocionem e façam rir (encontre dicas de leitura neste blog).

Combinado?

Que esse período, apesar de relativamente curto, seja intenso, bem vivido e respeitado.

Deixe seu comentário contando aqui qual sua programação de férias!

E, antes de me despedir, quero convidá-los para acompanhar meu bate-papo com a Leninha Ruiz, do blog Coordenadoras em Ação, de GESTÃO ESCOLAR. Na próxima terça, dia 26/julho, às 14h, vamos conversar sobre os prazeres e as angústias de quem trabalha com alfabetização. Clique aqui para saber mais!

Um beijo, bom descanso e até a próxima segunda-feira,

Tags

Guias

Tags

Guias

Assuntos Relacionados