Reportagens | Prática 9 | Roberto Martins Mendes | Reportagens

Promover relações entre procedimentos matemáticos

Se entendem que existem conexões, os alunos desenvolvem habilidades importantes

POR:
NOVA ESCOLA

O professor Roberto Martins Mendes, que leciona no Ensino Médio da EE Pedro Raphael da Rocha, em Santa Gertrudes, a 167 quilômetros de São Paulo, sabe que é fundamental os estudantes utilizarem o que já sabem para construir um novo conhecimento. "Não entendo como um assunto pode ser visto de uma maneira descontinuada. Procuro estabelecer relações com os conteúdos matemáticos já trabalhados e, principalmente, abordar as aplicações deles", diz.

Em suas aulas, nenhum conteúdo é ensinado isoladamente. Dessa maneira, a fórmula de Bháskara para equações do segundo grau não surge do nada. Ele usa a imagem de uma caixa caindo de um avião para discutir conceitos e mostrar que não existe "mágica" na descoberta. "A fórmula aparece como uma solução para um problema real."

Outras tantas relações podem ser exploradas. Assim como a álgebra é uma facilitadora para a resolução dos problemas geométricos, é possível fazer uma interpretação geométrica dos resultados de cálculos algébricos. Até uma abordagem crítica da calculadora entra no pacote. "É importante o aluno aprender a olhar para o número obtido com a calculadora e pensar se ele é correto." Tudo contribui para desenvolver as capacidades de abstração, de enxergar mais de um caminho para o mesmo problema e de escolher o melhor. Fazem parte do processo as conexões e as generalizações equivocadas. "Errar não é ruim. Ruim é não tentar." A matemática é dinâmica e o docente precisa de bom repertório.

"Procuro estabelecer relações com os conteúdos matemáticos já trabalhados e, principalmente, abordar as aplicações deles"


Antonio Trivelin. Ilustrações Claudio Gil