Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
03 de Novembro de 2017 Imprimir
5 4 3 2 1

“Virei celebridade na minha cidade ao entrar no Time de Autores”

Após ser homenageada na escola em que trabalha, a professora Priscila da Silva de Medeiros se tornou referência para sua comunidade

Por: NOVA ESCOLA
Priscila se emociona ao lembrar do reconhecimento recebeu na escola | Foto: Mariana Pekin

No início de julho, praticamente todos os dias eu recebia mensagens de colegas sobre a seleção que NOVA ESCOLA havia aberto para a produção de planos de aula de Matemática. Inicialmente não me interessei, porque trabalhava o dia todo e acreditava que não teria tempo para me dedicar ao processo seletivo.

Durante esse período, meu filho de seis anos sofreu um acidente e quebrou a perna. Ele ficou acamado e dependente de mim, o que me levou a pedir licença no trabalho e ficar integralmente dedicada a isso. Para não surtar, resolvi tentar fazer parte do Time de Autores e, assim, ocupar minha mente com alguma atividade produtiva.

Abri a página de inscrição e respondi a todas as perguntas. Confesso que me assustei quando chegou na hora de criar um plano de aula. Mas, como eu gosto de levar as coisas até o final, terminei o processo todo e enviei meu planejamento faltando 10 dias para o encerramento.

Já em setembro, quando NOVA ESCOLA publicou que 13 mil pessoas haviam se inscrito, pensei que não teria chance de passar. Imaginem, então, minha surpresa quando saiu o resultado e vi que eu fazia parte do grupo de 150 professores escolhidos! Na mesma hora, mandei a notícia no grupo de WhatsApp da escola para dividir com eles minha alegria.

Mal sabia eu que aquele seria um divisor de águas na minha carreira. Ou melhor, na minha vida! Quando cheguei para dar aula, fui recebida por uma salva de palmas de todos os alunos, a pedido do professor. E, ao chegar ao final do pátio, havia uma grande faixa de parabéns, que depois foi colocada na fachada da escola. Foi muito significativo! Mais do que a participação e o dinheiro que eu iria receber, aquele simples ato da gestão da escola fez com que eu me sentisse realmente valorizada.

Foto: Arquivo pessoal

Rancharia é um pacato município do interior de São Paulo, com cerca de 30 mil habitantes. Conheço todo mundo da região da escola, já que nasci no entorno e estudei lá desde os sete anos de idade. Por isso, virei celebridade! No açougue, na farmácia, no mercado... Todo mundo parava para me parabenizar. Algumas pessoas até brincavam, dizendo: “Olha, professora, eu não sei o que você ganhou, mas parabéns”. Já os alunos me contaram que tinham orgulho de passar em frente da escola e, ao ver a faixa, cutucavam seus pais para dizer: “Essa é minha professora”.

Estar agora nessa Virada de Autores, com educadores de todo o Brasil, também é motivo de muita honra e um grande passo na minha carreira. As formações e trocas de experiências nos mostram que ainda falta muito para melhorar na minha prática e na Educação do país. Quando a gente acha que está chegando lá, percebe que ainda falta mais uma esquina. E isso é ótimo!

Esta é realmente uma oportunidade ímpar, uma vez que utilizo NOVA ESCOLA como referência desde a faculdade. Eu me formei e me tornei professora lendo a revista e, hoje, posso dizer que também faço parte dessa história.

Priscila da Silva de Medeiros, 38 anos de idade e 15 de carreira. Formada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e pós-graduada em História.

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar