Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
25 de Outubro de 2017 Imprimir
5 4 3 2 1

Como saber se uma palavra é escrita com S ou Z

Lambusar, calabresa, esperteza: entenda quando usar a letra S ou a letra Z

Por: Arlete Bannwart Vieira
Máquina de escrever vista de cima em mesa de madeira com papeis amassados ao redor
Calabreza ou calabresa? Frisar ou frizar? Entenda as regras de auso das letras Z e S. Crédito: Getty Images

Quando escrevemos, é normal ter dúvidas se determinada palavra é escrita com S ou Z, X ou CH, J ou G. Não precisamos ter vergonha de admitir que não sabemos a grafia de todas as palavras de nossa língua. O ideal, de um lado, seria consultar um dicionário para resolver o problema. E tudo bem fazer isso. Por outro lado, é possível resolver pequenas dúvidas do dia a dia se tivermos algum conhecimento da etimologia da palavra, ou seja, de que palavra do latim ela se originou. Como isso demandaria muita pesquisa, muito estudo, podemos adotar alguns procedimentos de análise que contribuem para a diminuição das dúvidas.

Neste post, vamos nos aprofundar no uso das letras S ou Z nas palavras:

Trás com S: tem sentido de "atrás"
Traz com Z: conjugação do verbo trazer

Outros contextos:

Sufixos (elementos que se acrescentam ao final de uma palavra para formar outra)

1) -ÊS/-ESA ou -EZ/-EZA

-ÊS ou -ESA são empregados quando indicarem procedência, origem ou nacionalidade:

Inglês/inglesa (de Inglaterra)
camponês/camponesa (do campo)
genovês/genovesa (de Gênova)
burguês/burguesa (de burguesia)
calabresa (de Calábria, na Itália)

Já os sufixos -EZ e -EZA são usados quando um substantivo abstrato (aquele que indica sentimento, ação, qualidade, estado) se origina de um adjetivo:

belo -> beleza
rápido -> rapidez
firme -> firmeza
sensato -> sensatez
esperto -> esperteza

2) -ISAR ou -IZAR

Enquanto o sufixo -ISAR é usado na formação de verbos cuja origem está em uma palavra que tem S na última sílaba, o sufixo -IZAR é usado na formação dos verbos que não têm essa letra na última sílaba:

análise -> analisar
pesquisa -> pesquisar
friso -> frisar
atual -> atualizar
fértil -> fertilizar
frágil -> fragilizar
polar -> polarizar
relativo -> relativizar
nacional -> nacionalizar

3) - OSO, - OSA e -ENSE

São sufixos formadores de adjetivos, e também devem ser escritos com S:

perigo -> perigoso
veneno -> venenosa
preguiça -> preguiçosa
caverna -> cavernoso
Pará -> paraense
Palmeiras -> palmeirense

Verbos

Todas as formas dos verbos querer, pôr e derivados conjugados no pretérito perfeito do indicativo, no pretérito mais que perfeito, no futuro do subjuntivo e no pretérito imperfeito do subjuntivo levam a letra S em vez de Z:

Ela quis devolver o livro ao professor.
Os garotos não quiseram participar da Olimpíada de Matemática.
Quisera Deus que chovesse para amenizar a seca do Nordeste.
Quando você repuser o estoque de frutas, avise-me.
Se quiséssemos participar da corrida em prol da AACD, teríamos que pagar uma taxa como forma de contribuição.
Você pôs seu material na estante?

Outros empregos da letra S

1) Depois de ditongos (duas vogais pertencentes à mesma sílaba):

Coisa, paisagem, maisena, pausa, causa, pouso, faisão



ATENÇÃO

São grafadas com S: atrás, trás ( parte posterior), apesar, sósia, fusível, invés, viés, vaselina, ananás

São escritas com Z: baliza, batizar, capuz, cicatriz, deslizar, vazar, cuscuz, granizo, gaze, ojeriza, fuzil, traz (do verbo trazer)

TESTE SEUS CONHECIMENTOS

1) (ITA) Examinando as palavras: viajens, gorgeta, maizena e chícara, constatamos que:

a) apenas uma está escrita corretamente
b) apenas duas estão escritas corretamente
c) três estão escritas corretamente
d) todas estão escritas corretamente
e) nenhuma está escrita corretamente

2) (UFV-MG) Observando a grafia das palavras destacadas nas frases abaixo, assinale a alternativa que apresenta erro.

a) Aquele hereje sempre põe empecilho porque é muito pretencioso.
b) Uma falsa meiguice encobria-lhe a rigidez e a falta de compreensão.
c) A obsessão é prejudicial ao discernimento.
d) A hombridade de caráter eleva o homem.
e) Eles quiseram fazer concessão para não ridicularizar o estrangeiro.

3) (UNIFENAS-MG) Apenas uma das frases abaixo está totalmente correta quanto à ortografia. Assinale-a.

a) Espalhei as migalhas da torrada por todo o trageto.
b) Meu trabalho árduo não obteve hesito.
c) Quiz fazer coisas que não sabia.
d) Ao puxar os detritos, eles voaram no tapete persa.
e) Acrecentei algumas palavras ao texto que corrigi.

Respostas: 1) e. O correto seria viagens (substantivo), gorjeta, xícara. / 2) a. O correto seria herege e pretensioso / 3) d; Correções: trajeto, êxito, quis e acrescentei.

Para assinaturas da revista impressa