Cidades em SP e MG abrem 40 vagas em concursos públicos

Municípios de Ribeirão Bonito (SP) e Itatiaiuçu (MG) têm vagas para professores e gestores

POR:
Gabriel Seixas
Salários oferecidos em São Paulo e Minas ficam entre mil e 3 mil reais. (Foto: Wilkimedia Commons)

Nesta semana, NOVA ESCOLA encontrou em São Paulo e Minas Gerais, os dois estados mais populosos do Brasil, 40 vagas em Educação. São pequenas cidades que abrem concursos públicos com oportunidades em todo o ciclo básico, da Educação Infantil à gestão, e salários que podem chegar a quase 3 mil reais. Quer saber mais? Confira os detalhes a seguir.

Itatiaiuçu (MG)

O município a 70 quilômetros de Belo Horizonte divulgou o concurso público que visa contratar 39 educadores para o quadro permanente do município. As vagas são para o Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II (nas disciplinas de Língua Portuguesa, Ensino Religioso e Física), entre outros cargos.

As remunerações variam de R$ 1.929,97 a R$ 2.172,17, para jornadas de trabalho de 30 horas semanais.

Os interessados devem possuir magistério em nível médio ou graduação em nível superior nas áreas em que atuam.

Para se inscrever, é preciso acessar o site da empresa que organiza o concurso até às 20 horas do dia 3 novembro, preencher o formulário e realizar o pagamento da taxa de até R$ 70. A seleção consistirá em prova objetiva e  análise de títulos. Para ficar por dentro de todos os detalhes, leia com atenção o edital, que pode ser baixado no fim da mesma página.

Ribeirão Bonito (SP)

A prefeitura do pequeno município paulista com pouco mais de 10 mil habitantes abriu concurso para contratar profissionais para a rede municipal. Há uma vaga de diretor de escola e formação de cadastro reserva para professor de Educação Infantil, professor-assistente, professor de atendimento educacional especializado e docentes do Ensino Fundamental II (5º ao 9º ano) nas disciplinas de Artes, Ciências, Educação Física, Geografia, HIstória, Inglês, Língua Portuguesa e Matemática.

Os candidatos devem possuir nível superior com licenciatura, no caso dos cargos do Fundamental II, e habilitação específica para os demais cargos. Para disputar a vaga de diretor, é necessário ter, no mínimo, oito anos de experiência no magistério, nível superior em pedagogia com licenciatura plena e pós-graduação em Educação Infantil que confira experiência na área administrativa.  

A remuneração oferecida varia com o cargo de desejado, partindo de R$13,97 a hora/aula e chegando a R$ 2.999, referente a jornadas que podem chegar a 40 horas semanais.

As inscrições podem ser feitas no site da realizadora do concurso até 22 de outubro, próximo domingo, e prevêem o pagamento de uma taxa de R$ 49. A seleção será feita através de prova objetiva e análise dos títulos.

Todos os detalhes estão nos editais de cada cargo: