Dois alunos do 4º ano se masturbaram mutuamente no banheiro. Como lidar?

Sexualidade

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha. Foto: Marina Piedade E agora, Telma?

Telma Vinha é professora de Psicologia Educacional na Unicamp e tira dúvidas sobre comportamento.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Jeniffer Julian, Sorocaba, SP

Os jogos sexuais infantis possibilitam descobertas de si e do outro. Os problemas surgem quando uma criança subjuga a outra, há desnível de idade ou elas estão se tocando em público. Se você presenciou a cena, significa que os alunos não estavam em local privado. É necessário, então, intervir. Distraia-os com outra atividade e depois, em particular, explique que há coisas que não fazemos na frente dos outros. Acrescente que, se o colega não quiser, deve ser respeitado. A criança é naturalmente curiosa sobre sexo, mas as dúvidas nem sempre são sanadas. O tema é amplo e cabe à gestão escolar construir um projeto de orientação sexual e preparar a equipe para desenvolvê-lo em todos os níveis com abordagens diferentes. A Educação sexual não tem caráter terapêutico nem dita o certo e o errado. Isso cabe à família, que deve estar ciente do trabalho da escola. Em casos específicos, vale investigar se a criança não é exposta a conteúdo inadequado ou está sendo vítima de abuso.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias