Vende-se ou vendem-se? Descubra quando o verbo vai para o plural

Teste seus conhecimentos com questões de vestibular e concursos

POR:
Arlete Bannwart Vieira
Card com a frase "LACUNA-se casas" e as opções de resposta "vende" ou "vendem"
O verbo pode ir para o plural de acordo com a função do SE. Crédito: Lucas Magalhães e Paula Peres

Os verbos vender, comprar e alugar são muito usados junto da partícula SE (vende-se, compra-se, aluga-se ou vendem-se, compram-se, alugam-se) em anúncios, e podem gerar dúvidas quanto ao seu uso.

Na fala coloquial, os falantes tendem a não fazer a concordância do verbo com o sujeito posposto (colocado depois do verbo) por desconhecerem as regras que regem o uso da partícula SE.

Para entender quando usar o verbo no singular ou no plural, é necessário um olhar mais aprofundado para essa partícula. Na norma padrão, ela pode funcionar como:

1) Pronome reflexivo

O sujeito pratica e recebe a ação verbal, ou seja, a partícula indica que o sujeito é agente e paciente da ação verbal. Veja:

Marcos gostava muito de cozinhar, entretanto, desde que se feriu com uma faca muito afiada, deixou de frequentas a cozinha.

Vamos fazer a análise da frase acima:

  • Marcos se feriu com a faca = ele praticou a ação verbal
  • Quem recebeu a ação verbal? Ele mesmo, representado pelo pronome SE.

Portanto, o verbo ferir pede um complemento que, no caso acima, é o pronome se.

2) Indeterminador do sujeito

Acontece quando existe um sujeito a quem o verbo se refere, entretanto, ou não queremos identificá-lo, ou realmente é desconhecido. Isso ocorre com verbos que necessitam de complementos acompanhados de preposição (verbos transitivos indiretos) ou com verbos que não necessitam de complementos (verbos intransitivos).

ATENÇÃO: Nesse caso, o verbo, acompanhado da partícula SE, nunca vai para o plural, já que não se identifica o sujeito da oração. E essa é uma das pegadinhas do uso da partícula, que discutiremos a seguir. Veja os exemplos:

Precisa-se de auxiliar de enfermagem que possa dormir no trabalho.

Precisa-se de auxiliares de enfermagem que possam dormir no trabalho.

Necessita-se de mais recurso para a Saúde e para a Educação.

Necessita-se de mais recursos para a Saúde e para a Educação.

Explicando: No primeiro exemplo, quem precisa? No segundo, quem necessita?

Nos dois casos, trata-se de alguém que não precisa ser identificado ou não se quer identificar, portanto o sujeito é indeterminado. Percebam que o verbo, acompanhado da partícula SE, não vai para o plural nesses casos.

3) Pronome apassivador

Sua função é indicar que o sujeito da oração recebe a ação expressa pelo verbo. Nesse caso, dizemos que o sujeito é paciente e o verbo está na voz passiva. Vejamos a frase:

Muitos candidatos foram entrevistados durante a semana, todavia não se encontrou o ideal.

Na oração, o sujeito é paciente e está no plural: muitos candidatos (quem recebe a ação expressa pela forma verbal "foram entrevistados").

Essa frase pode ser escrita também da seguinte forma:

Durante a semana, entrevistaram-se muitos candidatos, todavia não se encontrou o ideal.

Nessa estrutura, o termo "muitos candidatos" continua sendo o sujeito que sofre a ação verbal, logo o verbo a que ele se refere também vai para o plural. As duas orações têm o mesmo sentido, apenas foram estruturadas de modos diferentes.

Vende-se ou vendem-se?

Vamos analisar frases encontradas em anúncios ou em placas de publicidade:

Alugam-se bicicletas para passeios noturnos. (Bicicletas são alugadas para passeios noturnos)

Entregam-se, em domicílio, das 9 às 17 horas, compras de supermercado. (Compras são entregues em domicílio das 9 às 17 horas)

Vende-se casa na praia. (Casa na praia é vendida)

Conserta-se pneu de carro em menos de meia hora. (Pneu de carro é consertado em menos de meia hora)

Podemos perceber o seguinte padrão: o verbo, quando acompanhado de uma partícula SE que tem o sentido de pronome apassivador, deve concordar com o sujeito a que ele se refere.

Aplicação prática! Como serão reescritos os períodos abaixo se colocarmos no plural os termos grifados?

1. Falou-se de possível desfalque na seleção brasileira.
2. Não se manteve o horário estabelecido pela direção da escola.
3. É bom que se faça o trabalho com antecedência para não acumular para o fim de semana.
4. Referiu-se ao caso com muita objetividade, mas sem ferir os opositores.
5. Deve-se morar em comunidade mais participativa.

Respostas:

1. Falou-se de possíveis desfalques na seleção brasileira. (sujeito indeterminado. Quem falou?)
2. Não se mantiveram os horários estabelecidos pela direção da escola. (sujeito = horários estabelecidos)
3. É bom que se façam os trabalhos com antecedência para acumularem para o fim de semana. (sujeito = os trabalhos)
4. Referiu-se aos casos com muita objetividade, mas sem ferir os opositores. (sujeito indeterminado. Quem se referiu?)
5. Deve-se morar em comunidades mais participativas. (sujeito indeterminado. Quem deve morar?)

Saiba mais sobre a Língua Portuguesa na página S.O.S. Português

Teste seus conhecimentos com as questões abaixo:

1) (Fuvest) Indique a alternativa correta:

a) Tratavam-se de questões fundamentais
b) Comprou-se terrenos no subúrbio.
c) Precisam-se de datilógrafas.
d) Reformam-se ternos.
e) Obedeceram-se aos severos regulamentos

2) (FCC-2012/TRT-11ª Região) As normas de concordância verbal encontram-se plenamente observadas em:

a) A utilidade dos dicionários, mormente quando se trata de palavras polissêmicas, manifestam-se nas argumentações ideológicas.
b) Não se notam, entre os preconceituosos, qualquer disposição para discutir o sentido de um juízo e as consequências de sua difusão.
c) Não convém aos injustiçados reclamar por igualdade de tratamento quando esta pode levá-los a permanecer na situação de desigualdade.
d) Como discernimento preconceito são duas acepções de discriminação, hão que se esclarecer o sentido pretendido.
e) Uma das maneiras mais odiosas de refutar os argumentos de alguém surgem na utilização de preconceitos já cristalizados.

3) UNIFESP 2003
INSTRUÇÃO: A questão seguinte está relacionada ao seguinte anúncio de jornal:

LOJA DE CALÇADOS
Vende-se 3 lojas bem montadas
tradicionais, nos melhores Pontos
da Cidade. Ótima Oportunidade!
F: (__) xxx-xxxxxx

(O Estado de S.Paulo, 15.08.2002)

No corpo do anúncio, a expressão "Vende-se 3 lojas bem montadas"

a) apresenta problema de concordância verbal. Deveria ocorrer na forma "Vendem-se" porque "se" é índice de indeterminação do sujeito, e "lojas" é o sujeito paciente.
b) não apresenta problema de concordância verbal porque "se" é índice de indeterminação do sujeito, e "lojas" é o objeto direto.
c) apresenta problema de concordância verbal. Deveria ocorrer na forma "Vendem-se" porque "se" é partícula apassivadora, e "lojas" é o sujeito paciente.
d) não apresenta problema de concordância verbal, porque "se" é partícula apassivadora, e "lojas" é o sujeito paciente.
e) apresenta problema de concordância verbal. Deveria ocorrer na forma "Vendem-se" porque "se" é pronome reflexivo com função sintática de objeto indireto, e "lojas" é o objeto direto.

Respostas: 1) d / 2) c / 3) c

Tags

Guias