Dar brindes a quem faz a tarefa corretamente

Assim não dá!

POR:
NOVA ESCOLA
Heloisa Ramos. Foto: Marina Piedade Heloisa responde

Heloisa Ramos é formadora de professores e foi colunista de NOVA ESCOLA até 2013.

Clique aqui para mandar a sua dúvida para a nova colunista

Muitos professores dão doces, figurinhas ou brinquedos a quem acerta uma atividade. Eles acreditam que o aluno vai associar o esforço em aprender ao prazer de receber o presente - e assim tomará gosto pelos estudos. Isso é um grande engano. Ao dar brindes a quem faz corretamente uma tarefa, você passa a mensagem de que todo esforço merece uma gratificação material e esquece que a principal recompensa está no próprio ato de aprender - passar do patamar de desconhecimento para o de conhecimento.

Quem trabalha com crianças certamente já se deparou com um aluno feliz dizendo: "Quer ver? Eu já sei ler!" Esse orgulho em aprender deve ser a principal motivação da turma. Melhor do que premiar quem acerta é valorizar o esforço de cada um. Elogie as conquistas, mas nunca tente comprar a garotada com presentes. Para saber mais sobre o assunto em questão, confira O Diálogo entre o Ensino e a Aprendizagem (Telma Weisz e Ana Sanches, 133 págs., Ed. Ática, tel. 11/3990-1775, 41,90 reais).

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias