Como escrever e-mails sem erro de concordância

Entenda a diferença entre obrigada, obrigado e outros adjetivos que compõem o texto

POR:
Arlete Bannwart Vieira
Mulher sentada em sofá amarelo com um computador vermelho no colo sendo observada por um cachorro
Anexo, incluso e obrigado são três adjetivos que muita gente esquece de flexionar quando escreve e-mails e documentos. Crédito: Getty Images

Em nosso dia a dia, muitas dúvidas ocorrem em relação à concordância de determinadas palavras ou expressões. Uma simples tarefa de escrever um e-mail ou um documento, por exemplo, pode esconder algumas pegadinhas.

Dentre elas, três palavras destacam-se e podem causar pequenas confusões: “anexo”, “incluso” e “obrigado”. Por serem adjetivos, são palavras variáveis, ou seja, sofrem alterações e combinam com o vocábulo a que se referem. Vamos ver um pouco mais sobre cada uma:

Anexo

Essa palavra, muito usada em e-mails, é um adjetivo que deve concordar com a palavra a que se refere. Veja nos exemplos:

As planilhas foram enviadas ao responsável do setor, anexas aos demais documentos solicitados.

Segue anexo o boletim de notas e frequências do aluno.

ATENÇÃO! A expressão “em anexo” é bem aceita pela norma padrão, mas tem uma diferença com relação a “anexo”. É uma locução adverbial (quando duas ou mais palavras têm o valor de uma só), portanto invariável. Ou seja: não sofre modificações de gênero, número ou grau. Exemplos:

As planilhas foram enviadas em anexo aos demais documentos solicitados.

Segue em anexo o boletim de notas e frequências do aluno.

Incluso

Também é comum, em correspondências comerciais e outros documentos, o uso do adjetivo “incluso”, o qual concorda com a palavra a que se refere:

Os documentos solicitados seguiram inclusos à correspondência enviada na semana passada.

A correção do exercício estará inclusa no final da prova.

Obrigado

Muitas pessoas usam somente a flexão masculina da palavra. Mas, por também ser um adjetivo (o terceiro dessa lista), a palavra deve ser flexionada de acordo com o gênero da palavra a que se refere. Veja no exemplo:

O professor entregou a prova corrigida à aluna e ela lhe disse:

- Muito obrigada, professor!

Ele, então, respondeu:

- Muito obrigado pela gentileza!

No final dos e-mails e em todas as situações que pedem um agradecimento, vale pensar em quem está escrevendo ou falando o texto. É homem? Mulher? É em nome da escola? De uma instituição? Então, flexionar o agradecimento para fazer a concordância.

LEIA TAMBÉM: Quando usar a palavra "bastante" no plural?

Veja outras dicas sobre a Língua Portuguesa na página S.O.S. Português

Tags

Guias