O Homem e o Lixo

POR:
professor

Objetivo(s) 

- Explicar o trabalho dos coletores de lixo;

- Os cuidados que os coletores devem ter no trabalho;

- Como se dá a coleta e o descarte adequado dos resíduos coletados na cidade.

Conteúdo(s) 

  • O trabalho do coletor de lixo de Bodoquena;
  • Os instrumentos de trabalho usados pelo coletor de lixo;
  • A separação do lixo coletado;
  • A destinação do lixo coletado.

Ano(s) 

Tempo estimado 

uma aula

Material necessário 

Data show para exibir fotografias por slide, poema O Bicho, de Manuel Bandeira (1886-1967), Fotografias do lixão e do trabalho dos coletores, Cartolinas e figuras de resíduos que se tornaram lixo, para uma dinãmica.

 
 

Desenvolvimento 

1ª etapa 
  • Propor que os alunos conheçam o trabalho do coletor de lixo da sua cidade.
  • Mostrar fotos do dia-a-dia do coletor de lixo e do local destinado ao lixo.
  • Mostrar os instrumentos que esses trabalhadores usam para a execução da atividade diária. 
  • Fazer uma dinãmica envolvendo figuras de resíduos e para onde devem ser destinados;
  • Entregar cópias do poema O Bicho

Avaliação 

Considerando a pesquisa realizada, os estudantes devem  ser capaz de conhecer o trabalho realizado pelos coletores de lixo e os modelos de lixo que podem ser reciclados hoje em dia. Além de saberem o quanto o lixo pode ser capaz de impactar o meio ambiente.

Flexibilização 

Para que alunos com deficiência visual possam participar desta atividade, providencie imagens em alto relevo e uma cópia do poema O Bicho em braile. Ao longo da discussão sobre a produção de resíduos, proponha que os alunos façam um breve teatro sobre a reciclagem. Um aluno representa o consumidor; outro, o responsável pela coleta e separação de resíduos; outro, o intermediador da usina de reciclagem; alguns alunos interpretam os responsáveis pelo processo de reciclagem; e outros fazem as vezes de mediadores para que os produtos reciclados voltem ao mercado e o ciclo recomece. Isso vai ajudar o aluno cego a compreender as noções de reaproveitamento e reciclagem. Exiba as imagens do processo com áudio e faça com que o aluno também anote suas impressões com auxílio de uma máquina braile. O estudante com deficiência visual poderá acessar a Internet para pesquisa da sala de recursos, no contraturno. Há softwares especializados para garantir a acessibilidade dos cegos à rede. O projeto de reciclagem do grupo ao qual pertence o aluno cego pode ser estruturado na forma de um programa de rádio, por exemplo.

Deficiências 

Visual

Créditos: Edward Zvingila Formação: Biólogo e professor da Escola Castanheiras, em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias