Mundo virtual e mundo real

POR:
novaescola

Conteúdo(s) 

Bloco de conteúdo

Sociologia

Conteúdo

Tecnologia

Objetivo

Esclarecer o sentido do conceito de tecnologia e analisar seus efeitos positivos e negativos

Conteúdos
Produtos tecnológicos, comunicação

Tempo estimado

Duas aulas

Introdução
Há um bom tempo, nossa sociedade é fascinada com as conquistas da tecnologia. Por isso, costuma exaltar acriticamente os avanços dela, parecendo acreditar que a qualidade e o futuro da vida social dependem exclusivamente disso. Entretanto, a tecnologia também apresenta consequências negativas tanto para o indivíduo como para a sociedade, inclusive porque influi de modo decisivo no próprio processo de socialização. Com base na reportagem "Os dez novos mandamentos", publicada na revista VEJA, reflita com seus alunos sobre a natureza da tecnologia, a fim de identificar e esclarecer seus possíveis efeitos negativos.

Desenvolvimento
1ª aula
Comece por propor aos alunos uma reflexão sobre as afinidades e as diferenças entre a enxada e o trator moderno. Destaque que ambos parecem ter a mesma natureza e finalidade, ou seja, eles se destinam ao cultivo da terra. A fim de dinamizar a reflexão, solicite a eles a leitura e a discussão em grupo do texto abaixo:

O que é a tecnologia?

O ser humano sempre dependeu de sua atividade material - o trabalho - a fim de garantir a sobrevivência. O trabalho permite a ele extrair da natureza seu sustento. Nessa empreitada, constatou ser o corpo humano muito limitado, de modo que desde épocas remotas se viu forçado a inventar modos engenhosos de prolongá-lo a fim de executar determinadas tarefas com mais facilidade e rapidez. Com o uso de um bambu, por exemplo, pode alcançar as frutas localizadas nas árvores altas, coisa que facilitou sobremaneira sua labuta com a natureza. Ao conjunto dos instrumentos que prolongam o corpo humano tornando-o mais apto a executar tarefas relativamente difíceis ou complexas damos o nome de técnica. Nesse sentido, a técnica existe desde épocas remotas, sendo uma característica das mais diversas sociedades ou culturas.
Entretanto, para o filósofo Herbert Marcuse, a técnica não apresenta mais esta face propriamente humana no capitalismo. Neste, ela teria sofrido uma transformação radical, dando origem ao que o autor denomina de "tecnologia". Esta seria um projeto histórico-social de dominação e exploração da natureza, que implicaria inclusive o desenvolvimento das ciências e a aplicação prática de seus conhecimentos, coisa que, por sua vez, possibilitaria a produção em grande escala de máquinas e equipamentos dos mais diversos. A tecnologia, ao lograr maior domínio sobre a natureza, conseguiria também substituir ou eliminar o trabalho humano do processo produtivo, realizando desse modo outro objetivo social fundamental, já que permitiria tanto formidável expansão da taxa de lucro das indústrias quanto espetacular crescimento da concentração do capital.
A tecnologia -ou processo tecnológico - não se resume a isso. Ela abarca também o conjunto o conjunto de métodos e de modos destinados a organizar o sistema de produção e, consequentemente, o próprio processo de trabalho industrial. Atualmente, ela se propagou para além das fronteiras das fábricas, impondo-se em toda atividade produtiva, de modo a se tronar preponderante em todos os setores da vida econômica e social.
O processo tecnológico não produz qualquer mercadoria. Ao contrário, ele escolhe e decide previamente o que a sociedade deve produzir e consumir. Seus produtos são cientificamente planejados, de maneira a despertar novas necessidades nos consumidores. Eles não são produtos neutros, mas portadores de significados afetivos, sociais e políticos. Eles induzem os consumidores a se comportarem de determinadas maneiras, como é o caso dos automóveis ou dos aparelhos de som. Por essa razão, o consumo se tornou uma forma de integração e de aceitação da sociedade. Não consumir os produtos tecnológicos, especialmente os da moda do momento, implica o risco da discriminação social e o do não reconhecimento social.

 Após a leitura e a análise do texto, comente o sentido do conceito de tecnologia proposto pelo autor e mostre como o termo é empregado comumente em sentido bem diverso. Em seguida, peça aos alunos para concluírem a reflexão inicial, referente às semelhanças e diferenças entre a enxada e o trator.
Aproveitando as respostas fornecidas, destaque ser a enxada originalmente um instrumento artesanal, de fabricação simples, produzido desde épocas remotas, além de ser também um utensílio individual. Comente que sua forma não sofre alterações fundamentais, perdurando na história. Destaque como ela é verdadeiramente uma extensão do corpo humano e que seu uso é ditado pela velocidade ou capacidade dela. Conclua que, por esses motivos, ela é um objeto técnico. Em contrapartida, mostre que o trator moderno é de fabricação complexa, requerendo muitas máquinas e trabalhadores, além de ser cientificamente concebido e planejado. Explique que, por ser um produto tecnológico, está sujeito a mudanças rápidas, as quais devem torná-lo mais eficiente a fim de que possa produzir mais em menos tempo. Comente que, nesse sentido, sua finalidade é também a de substituir o trabalho humano na atividade agrária, de modo que seu uso intensivo pode provocar o desemprego nesse setor. Para concluir a aula, solicite a elaboração de uma redação sobre o que é tecnologia.


2ª aula
Com base no texto da aula anterior e na reportagem de VEJA, solicite aos alunos a identificação dos efeitos positivos e negativos da tecnologia. Lembre a turma de que a tecnologia está diretamente relacionada à vida militar. Destaque que tanto a bomba atômica como o poderoso aparato militar de destruição em massa são produtos tecnológicos. Eles elevaram a produtividade da morte a índices jamais anteriormente concebíveis. Explique como a tecnologia visa o lucro e a administração social, neutralizando ou administrando as insatisfações políticas, por isso, pouco se discute em nossa sociedade se seus produtos apresentam ou não efeitos negativos. Destaque que, entretanto, a discussão sobre eles sempre preocupou a sociologia ou a filosofia. Comente ainda que os efeitos mais perversos da tecnologia são hoje notáveis no campo das tecnologias de comunicação: celulares, assim como computadores pessoais, vídeos e jogos eletrônicos estariam provocando sérios danos no processo de socialização das crianças e adolescentes. Todos apresentam em comum o fato de serem produtos tecnológicos que permitem o consumo individual por períodos prolongados, de tal modo que seus usuários podem perder o contato real e efetivo com os outros. Conclua o raciocínio mostrando que os produtos tecnológicos de comunicação, paradoxalmente, isolam as pessoas umas das outras. Por fim, comente que o filósofo Renato Franco, estudioso da escola de Frankfurt e autor do livro Dialética Negativa, estética e Educação, sustenta a tese de que o consumo intensivo desses novos produtos tecnológicos pode formar uma geração apegada ao consumo da imagem, mas incapaz de ler um livro ou de se expressar verbalmente. Para concluir, solicite a elaboração de uma redação sobre os efeitos da tecnologia.

Avaliação


Avalie o trabalho dos grupos verificando se as redações entregues apresentam coerência no desenvolvimento das ideias, se revelam entendimento adequado da discussão e se a expressão verbal está adequada ou satisfatória.

Créditos: Débora C. Carvalho Cargo: Consultoria Formação: Doutora em Sociologia pelo programa de Pós-Graduação em Sociologia da FCL UNESP Araraquara; autora de livros didáticos de Sociologia. Professora de Sociologia da Universidade Federal de Lavras.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias