minha arte

POR:
professor

Objetivo(s) 

  • Observar as variedades de linhas
  • Desenhar utilizando linhas
  • Experimentar produzir linhas utilizando diversos materiais
  • Apreciar trabalhos de artistas

Conteúdo(s) 

  • Desenho

 

Ano(s) 

Tempo estimado 

3 horas e meia

Material necessário 

Barbante ou lã preta,  cartolina formato A3, pincel  grosso, tinta guache preta, sulfite e lápis grafite. Imagens dos trabalhos de Edith Derdyk (como Slice Arco Madrid

) e Pablo Picasso.

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Selecionar desenhos já realizados pelos alunos com uma diversidade grande de linhas: curvas, retas, cruzadas etc. elabora questionario com as Perguntas como poderiam desenhar se não tivessem lápis? se elas já imaginaram como seriam as coisas se fossem feitas somente de linhas?. Ensentiva a criatividade de cada aluno levando- os a cria suas proprias artes. Levando em consideração as hipóteses que surgirem, convide-os a usar materiais inusitados e registrar os resultados. Os trabalhos comporão uma exposição para a comunidade escolar.

2ª etapa 

 Contar  que Pablo Picasso criou muitas obras assim e mostre as imagens. Convide a turma para transformar diferentes objetos em desenhos com só uma linha.

3ª etapa 

Exponha os desenhos da aula anterior no mural para a apreciação dos estudantes e peça que contem como fizeram.

4ª etapa 

Ofereça 1 metro de barbante ou lã para cada criança. Sugira que experimentem desenhar com esse material. Enquanto os estudantes produzem, caminhe pela sala e fotografe os desenhos.

5ª etapa 

Apresente imagens do trabalho de Edith Derdyk. Deixe que os estudantes comentem sobre o procedimento utilizado por ela e fale sobre o desenho, que é tridimensional. Divida a classe em pequenos grupos para que escolham um lugar da escola onde queiram produzir uma obra dessa natureza com lã ou barbante. Acompanhe a turma fotografando. Depois, convide todos a visitar o local e comentar sobre os desenhos realizados pelos colegas.

6ª etapa 

Aguarde a tinta secar e convide os pequenos a organizar a mostra. Peça que deem nome às produções e criem legendas e um texto coletivo para apresentar o trabalho ao público.

 

Produto final
Mostra de desenhos.

Avaliação 

Observe como os alunos  desenham e experimentam os materiais. Organize uma apreciação coletiva. Peça que elas falem sobre as suas produções e analise se observam mudanças nas dos colegas. O objetivo é perceber o quanto a atividade favorece o uso do desenho para explorar diferentes linhas e experimentar novas soluções, ampliando o repertório.

Flexibilização 

O aluno cego contribui muito para a discussão em sala ao contar que materiais ele utiliza para desenhar. Para ajudá-lo nesta sequência, imprima as imagens feitas por Picasso e ressalte as linhas com cola de relevo. O trabalho com barbantes é desenvolvido normalmente e o registro das linhas pode ser feito com canudos ou cola de relevo. Amplie o tempo de realização das etapas para que o aluno possa perceber os desenhos dos colegas. Todas as crianças devem explorar espaços e objetos da escola em grupos, para que o aluno com DV exercite o tato. Conte com o AEE para que o aluno escreva as legendas em braile.

Deficiências 

Visual

Créditos: Karen Amar Formação: Professora da Escola da Vila, em São Paulo, SP

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias