Máquinas simples

POR:
novaescola

Objetivo(s) 

Conhecer alguns dispositivos (máquinas simples) que possibilitam obter vantagem mecânica.

Ano(s) 

1º, 2º, 3º, 4º, 5º

Tempo estimado 

Cinco aulas

Material necessário 

Figuras impressas de moto, carrinho de mão, maçaneta de porta, abridor de garrafa ou alça de abertura em uma lata de refrigerante, escada de alvenaria, rampa de passarela, máquina de escrever, calculadora, fogão, um caminhão de brinquedo (que seja possível retirar e colocar as rodas), um pedaço longo de papelão grosso ou tábua fina (para servir de rampa) e duas latas de refrigerante.

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Inicie o trabalho solicitando aos alunos que entrevistem seus pais sobre máquinas e peçam alguns exemplos. Nessa pesquisa, eles devem tomar um primeiro contato com o que a maioria das pessoas considera ser uma máquina: um equipamento complexo, com engrenagens e circuitos elétricos, que consegue realizar determinada tarefa de forma autônoma. Como exemplos, provavelmente serão citados máquina de lavar roupas, a máquina de costura e a máquina de calcular, entre outras. Leia para eles a definição da palavra "máquina" apresentada em um dicionário. Entre os vários significados, máquina pode ser entendida como "utensílio, instrumento ou ferramenta" - ou seja, algo que facilita uma tarefa. Em seguida, apresente as figuras (moto, carrinho de mão etc.) e peça que tentem explicar em qual atividade cada uma das máquinas é usada e como ela facilita a vida do usuário. Exemplo: a moto facilita o deslocamento das pessoas, o carrinho de mão permite o transporte de um material mais pesado, a escada possibilita o acesso a lugares altos ou o deslocamento entre andares, e assim por diante.

2ª etapa 

Peça que os alunos encontrem uma forma de classificar as figuras em categorias. Uma possível classificação seria: 1) Máquinas que facilitam o deslocamento (moto, carrinho de mão etc.); 2) Máquinas que facilitam a abertura de alguma coisa (maçaneta, alça de refrigerante etc.); 3) Máquinas que facilitam a subida e descida (escada, rampa etc.); 4) Outros tipos de máquinas (calculadora, máquina de escrever, fogão etc.). Informe que os três primeiros grupos reúnem máquinas muito utilizadas em outras máquinas e, por isso, são chamadas de máquinas simples (roda e eixo, alavanca e plano inclinado).

3ª etapa 

Para demonstrar como cada uma dessas máquinas simples proporciona muita facilidade na realização de diversas tarefas, apresente três situações aos alunos: 1) Coloque alguns objetos na carroceria de um caminhão de brinquedo, coloque-o no chão ou sobre uma mesa longa e empurre-o. Os alunos devem perceber que ele percorre uma boa distância. Retire as rodas e repita o procedimento. Eles verão, agora, que o veículo se desloca apenas alguns centímetros; 2) Com uma caixa pequena ou um livro grosso (um pouco mais largo que o raio da roda), crie um pequeno desnível e empurre o caminhão de brinquedo em direção a ele. Os alunos devem notar que o caminhão não consegue transpor o desnível. Em seguida, coloque a rampa com a ponta apoiada sobre o obstáculo e empurre o caminhão de modo que ele suba a rampa. As crianças verão que, com ela, o caminhão consegue transpor o desnível sem dificuldade; 3) Retire a alça de alumínio de uma lata de refrigerante, mas sem abri-la. Depois, pergunte: "Como abrir a lata sem a alça?". Usando uma segunda lata, demonstre como sua abertura é facilitada pelo dispositivo.

4ª etapa 

Peça que os alunos revejam as imagens e identifiquem os três tipos de máquinas estudadas na etapa anterior (roda e eixo, plano inclinado e alavanca) em cada um dos objetos. Algumas máquinas são compostas de várias outras máquinas simples. Uma moto, por exemplo, tem roda e eixo, mas também conta com alavancas que acionam os freios, a embreagem e as marchas. Já uma máquina de escrever conta com uma série de alavancas de diferentes tamanhos, acionadas quando as teclas são pressionadas.

Avaliação 

Apresente outras imagens de máquinas (grampeadores, tesouras, alicates, reboque, carreta com vários eixos, trens, escadarias e trechos íngremes de estrada) e peça que identifiquem quais são os tipos de máquinas simples presentes e como cada uma delas possibilita obter vantagem mecânica. A identificação correta das máquinas simples e de como facilitam a realização de uma determinada atividade indicará que os alunos compreenderam como são as principais características de cada um desses três grupos diferentes de máquinas simples.

Flexibilização 

Para trabalhar com um aluno com deficiência auditiva (que faz leitura orofacial e está iniciando a alfabetização), na 1ª etapa, envie uma orientação aos pais do aluno com deficiência auditiva sobre os objetivos da entrevista e a maneira como eles devem respondê-la. Os pais poderão respondê-la por escrito ou gravá-la em áudio. Ao final dessa etapa, demonstre, por meio de figuras ou desenhando no quadro, como as pessoas se viram na ausência de máquinas. Exemplo: lavar roupas no tanque quando não há uma lavadora, costurar à mão etc. Coloque a figura da máquina ao lado para que o aluno entenda o conceito. Na quarta etapa, para desenvolver esse conceito, faça explicações gestuais e indique nas figuras as partes das máquinas às quais você está se referindo. Na avaliação, proponha que o aluno com deficiência refaça a classificação das figuras que realizaram na segunda etapa.

Deficiências 

Auditiva

Créditos: Cristian Annunciato Formação: Professor de Física e pesquisador da Sangari Brasil, em São Paulo.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias