Como agir quando sei que outro docente ofende e intimida os alunos em classe?

Opressão

POR:
NOVA ESCOLA
Telma Vinha. Foto: Marina Piedade E agora, Telma?

Telma Vinha é professora de Psicologia Educacional na Unicamp e tira dúvidas sobre comportamento.

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Eliane Rodrigues, São Paulo, SP

Um ambiente opressivo gera ansiedade e tensão, pois as crianças têm de suprimir sentimentos e interesses para evitar humilhações vindas do professor. Esse tipo de abuso afeta o desenvolvimento socioafetivo delas e fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). É fundamental, então, conversar com a direção para que intervenham juntos. Em uma reunião, os docentes podem falar sobre as atitudes em questão e sobre o ser humano que querem formar, retomando o projeto político-pedagógico (PPP). Sem citar nomes, analisem se as regras e as intervenções em conflitos têm sido coerentes. Se os estudantes forem mais velhos, conversem com eles para encorajá-los a falar em grupo com o ofensor - se preciso, com a mediação da direção. Assembleias e círculos restaurativos ajudam a promover o diálogo. Se necessário, acionem a Secretaria de Educação. A escola tem de enfrentar a situação e garantir um tratamento digno a todos.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias

Tags

Guias

Tags

Guias