Favelas: a diversidade na cidade

POR:
novaescola

Objetivo(s) 

- Conhecer o processo de formação das favelas como forma de moradia.
- Analisar o espaço da favela como um território segregado.
- Conhecer os modos de vida e de produção cultural dos moradores.

Conteúdo(s) 

 

Ano(s) 

4º, 5º

Tempo estimado 

2 meses

Material necessário 

Jornais, revistas, vídeos, gravadores, máquinas fotográficas, mapas.

Vídeo

Reportagem

 

 

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Com fotos antigas e recentes de diferentes bairros da cidade em que fica a escola, estimule os alunos a observar as principais mudanças ocorridas no espaço. Peça que, após entrevistar parentes, eles preparem uma apresentação oral sobre a memória das alterações ao longo do tempo.

 

2ª etapa 

Com um mapa, mostre que essa modernização urbana criou tipos distintos de construções em vários lugares. É importante debater os níveis sociais pela observação das formas de moradia e das condições da infraestrutura. Um quadro de fotos pode ser montado em uma atividade de colagem para que a turma perceba o mosaico que forma a cidade. Mostre algumas imagens de favelas e oriente os estudantes a debater a localização delas em relação ao centro. Faça com que eles relacionem a presença dessas habitações com as condições físicas do terreno - córregos, encostas de risco, beira de grandes estradas, aterros sanitários etc.

3ª etapa 

Comece a descrever a favela como uma forma de moradia que se diferencia dos bairros. Aqui, é preciso abrir a discussão para analisar o histórico de formação desses bolsões de moradia. Explore a bibliografia sobre o assunto, escolha capítulos e sugira a leitura de trechos dos livros para aprofundamento. Depois, abra uma roda de conversa para socializar o que foi consultado. Destaque o processo de modernização das habitações, que no começo são feitas de madeira e plástico, mas que, depois, costumam ganhar tijolos e cimento. O favelado precisa ser visto como transformador do território da cidade.

4ª etapa 

Debata a localização das favelas. Será que o tipo de trabalho que os moradores executam favorece a localização das favelas próximas ao centro? Domésticas, encanadores, eletricistas, pedreiros e pintores estão mais concentrados nesses bolsões? Explique que a presença dessa mão-de-obra próxima ao centro ajuda a superar o problema do transporte e que, apenas em um processo de redesenho das cidades, esse entrave seria finalmente vencido.

5ª etapa 

Para finalizar o trabalho, organize uma visita a alguma favela (mesmo se a escola estiver dentro de uma). Localize lideranças de movimentos sociais, em um passeio ou palestra na escola, tente aproximar os alunos da realidade empírica desses bolsões de moradia, com orientação permanente. Peça à turma que monte painéis que registrem as formas de vida, as condições materiais e os serviços disponíveis nesses locais.

Avaliação 

Após o debate, proponha que os estudantes escrevam uma carta para as autoridades da cidade, relatando a situação das favelas próximas ou estudadas e pedindo intervenções para melhorar a vida dos moradores. Na hora de examinar as produções, note se os estudantes aprenderam as noções de distância, heterogeneidade e transformação social abordadas.

Créditos: Francisco Scarlato Formação: Professor do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP).

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias