Espanhol: 8º ano - Produção de uma fotonovela

POR:
novaescola

Objetivo(s) 

Produzir uma fotonovela em espanhol; conhecer as estruturas dos diálogos nesse idioma.

Conteúdo(s) 

  • Construções gramaticais usadas em diálogos;
  • construções gramaticais da narrativa literária;
  • pontuação;
  • adjetivos;
  • interjeições e onomatopeias.

Ano(s) 

Tempo estimado 

1 semestre

Material necessário 

  • Vídeo de uma novela mexicana
  • exemplos de fotonovelas (veja indicações ao final deste plano)
  • revistas e gibis
  • câmera fotográfica

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Introdução 

Proponha que a turma construa uma fotonovela baseada nos "dramalhões mexicanos". Para começar, discuta com os alunos quais são as características das novelas mexicanas e faça uma lista no quadro. Lembre-se de apontar a forte carga emocional, as tramas com tragédias e comédias, os personagens caricatos etc.

Explique que, nas próximas aulas, eles vão produzir histórias no formato de fotonovela, que serão apresentadas aos demais estudantes da escola. Apresente à turma algumas fotonovelas (podem ser os trabalhos já realizados na escola, se houver, ou referências encontradas no final deste plano). Proponha que os alunos leiam as histórias e observem as principais características dessas produções: a sequência das fotos, a disposição das imagens, a colocação das falas e legendas. Aponte as informações principais no quadro, ao lado da lista com as características das novelas mexicanas. Peça que os alunos anotem os aspectos que foram sistematizados.

Em seguida, converse com a garotada sobre as etapas necessárias para a produção de uma fotonovela. Qual deve ser o passo a passo para a realização do trabalho? Proponha que a turma faça uma lista de etapas em conjunto e fixe na parede da classe para direcionar as atividades das aulas seguintes.

2ª etapa 

Apresente aos alunos um trecho de uma novela mexicana (veja sugestões ao final deste plano). Em seguida, proponha que assistam ao vídeo novamente e procurem relacionar as características listadas na aula anterior com as cenas. Peça que anotem as expressões em espanhol que indicam drama e que caracterizam o diálogo.

Quando terminarem, chame a atenção para as expressões que destacaram. Procure entender, com a turma, o significado de cada uma delas. Desta forma, o grupo vai começa a construir um repertório de vocabulário em língua espanhola.

Retome as fotonovelas estudadas na etapa anterior e distribua, também, revistas e gibis em quadrinhos aos alunos. Sugira que analisem os recursos de diagramação utilizados: tipos de balão de fala, posicionamento dos balões nos diálogos, uso de interjeições, onomatopeias etc. Para concluir, peça que os alunos se dividam em grupos para começar o planejamento das suas fotonovelas.

3ª etapa 

Entregue um roteiro a cada grupo para ajudar na criação da fotonovela. Nele devem estar contempladas as seguintes perguntas-chave, para serem respondidas pelos alunos:

  • Qual o enredo? Qual é a história que se quer contar?
  • Quantas fotos serão necessárias para contar a história?
  • Quem serão os personagens?
  • Como estarão caracterizados?
  • Quais são os ambientes em que as ações vão se passar?
  • Como será o cenário?
  • Quais locais serão fotografados?
  • Como será a produção das fotos? Quais objetos serão necessários?


Ao final desta etapa, os grupos devem ter claro qual a história que querem contar e em quantas cenas.

4ª etapa 

Após definirem esses pontos, proponha que os grupos comecem a criar os diálogos em língua espanhola que serão usados para contar a história. Considerando que é uma turma de 8º ano, presume-se que já possuam algum conhecimento da língua, então terão condições de escrever esses pequenos diálogos em grupo e entregá-los ao professor para a revisão. Durante a atividade, oriente a turma. Discuta com os grupos os verbos, adjetivos, pronomes, construções gramaticais e pontuações utilizados em situações de diálogo.

Recolha as primeiras versões dos textos e leia-as, observando quais as principais dúvidas do grupo, as maiores dificuldades etc. Com base nelas, prepare alguns exercícios de gramática para ajudar a turma no processo de revisão e na produção das versões finais. A quantidade e complexidade das tarefas dependerão das demandas do grupo.

Entregue os exercícios à turma, dê um tempo para que resolvam e corrija. Em seguida, devolva os textos aos grupos, apontando as correções necessárias. Peça que reescrevam e entreguem.

5ª etapa 

Terminados os diálogos, é hora de pensar nas fotos. Solicite que os alunos sentem-se em grupos com os seus planejamentos e definam como será cada cena da novela. Explique a eles que a fotonovela deve ser feita em PowerPoint ou em folhas de cartolina, caso não haja computadores. Peça que os grupos escrevam uma descrição dos quadros e entreguem-na ao professor. Tire uma cópia desses textos e devolva-os aos estudantes para que eles possam começar a fotografar.

Estabeleça, junto com a moçada, um prazo para a apresentação da primeira versão da fotonovela. Será uma apresentação prévia para o professor, com o objetivo de conversar sobre os textos e levantar os possíveis ajustes. A partir daí, os grupos devem revisar suas produções e fazer as alterações em textos e fotos.

Estipule um prazo para essa reorganização e combine uma data para a apresentação. Se possível, organize uma exposição na escola, com uma sessão em que as fotonovelas sejam projetadas para os outros alunos e professores.

Produto final 
Fotonovela no estilo de um "dramalhão mexicano" em PowerPoint para ser projetado na escola. O material pode ser publicado no site ou no jornal da escola.

Avaliação 

Avalie as etapas de construção da fotonovela, assim como sua apresentação final. A história, o uso dos conhecimentos em espanhol, o uso dos recursos observados nos gibis e fotonovelas, o trabalho em grupo, o bom uso dos recursos disponíveis etc. Avalie se foram feitas as modificações sugeridas na primeira revisão do texto.   Quer saber mais? Crepúsculo - Fotonovela produzida pelo Portal G1 Shrek - Fotonovela produzida pelo Portal R7    

Créditos: Claudio Muzzio Formação: Professor de espanhol do Colégio Miró, em Salvador

Compartilhe este conteúdo: