A escravidão e a origem das Favelas

POR:
professor

Objetivo(s) 

- Entender a ligação da escravidão e da lei áurea com a formação das favelas.

- Conhecer os cortiços, suas origens e demolição.

- Conhecer o processo de formação das favelas como forma de moradia.

- Analisar o espaço da favela como um território segregado.
 

Conteúdo(s) 

Análise de fotos e leitura de partes de textos e/ou reportagens que falam sobre o assunto.

 

Ano(s) 

Tempo estimado 

1 aula

Material necessário 

Fotografias

  • Foto Gazeta de Notícias - Fim da Escravidão.
  • Fotografia de Marc Ferrez de 1889. Retrata um cesteiro no Rio de Janeiro, os negros libertos buscavam meios de obter uma renda.
  • Foto histórica de escravos recém libertos.
  • Fotos cortiço "cabeça de porco".
  • Foto Morro da Providência.
  • Foto Rocinha hoje em dia.

 

 

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Mostrar a foto do jornal Gazeta de Notícia falando sobre a abolição e discutir com os aluno para onde foram esses negros agora libertos.

Mostrar as outras fotos dos negros libertos.

Pensar nas condições desses negros, os trabalhos possíveis, a moradia e etc..

 

 

2ª etapa 

Falar sobre os cortiços, as doenças que proliferavam e a demolição como forma de sanitarismo, para onde foram aquelas pessoas?

Mostrar as fotos dos cortiços.

Falar sobre o começo das favelas. Mostrar foto do Morro da Providencia.

3ª etapa 

Discutir com os alunos o que eles sabem sobre as favelas e as pessoas que moram nas favelas. Qual a ligação que eles conseguem fazer em relação ao projeto da turma.

Mostrar fotos recentes da Rocinha e falar sobre a tuberculose, mesma doença que tinha grande ocorrência nos cortiços tendo grande ocorrência na Rocinha. Falar sobre a herança da escravidão, o peso que as pessoas carregam até hoje, o preconceito e o pouco que evoluímos nessa questão social.

 

Avaliação 

Após o debate proponha que os estudantes escrevam um texto ilustrado falando sobre a herança que ainda hoje podemos ver da escravidão, usando a favela como exemplo. Dessa forma será possível avaliar o que os alunos fixaram sobre a origem das favelas e a opinião deles sobre a herança da escravidão.

Créditos: Francisco Scarlato Formação: Professor do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP).

Compartilhe este conteúdo: