Ao propor tarefas diferenciadas, a criança pode se sentir excluída?

Defasagem

POR:
NOVA ESCOLA
Heloisa Ramos. Foto: Marina Piedade Neury responde

Neurilene Martins é doutora em Educação e professora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) e responde a dúvidas sobre sala de aula

Clique aqui para mandar a sua dúvida

Pergunta enviada por Cátia Fernandes Botelho, Porto Velho

Para que isso não aconteça, é preciso investir na construção da gestão compartilhada da sala e considerar como as crianças se sentem enquanto alunos. Recomendo que você esclareça as propostas de ensino para envolver a turma nas rotinas de trabalho e observe a realização das tarefas, as dificuldades e os modos de aprender para ajustar as intervenções às singularidades de cada um. As crianças precisam saber, previamente, quando todos farão a mesma atividade e quando serão variadas. Ao planejá-las, leve em conta que a diferenciação pedagógica, como princípio educativo, não se resume ao atendimento de alunos com níveis de aprendizagem abaixo do esperado, já que todos precisam ser desafiados intelectualmente e seguir aprendendo.

Compartilhe este conteúdo: