Da escola para casa

POR:
professor

Objetivo(s) 

- Desenvolver a percepção visual do entorno da escola e de casa
- Identificar os pontos de referência.
- Aprender diferentes representações cartográficas do bairro.

Conteúdo(s) 

Cartografia.

Ano(s) 

Tempo estimado 

Permanente

Material necessário 

Croquis (desenhos, esboços de plantas) de propagandas de apartamentos, fotos do bairro (aéreas e de satélite) conseguidas no Google Earth.

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Peça que cada aluno observe o trajeto entre a casa e a escola. Desperte a atenção para os nomes das principais ruas e outros pontos de referência (prédios comerciais e outros locais conhecidos). Oriente-os a anotar as observações, escrevendo um texto descritivo com nomes de ruas e pontos de referência.

2ª etapa 

Distribua croquis de propagandas e questione: o que é um croqui? Quais são os elementos usados para fazê-lo? Como desenhá-lo?

  • A representação espacial através de um croqui

    A análise do espaço geográfico consiste no principal objeto de estudo da geografia. No entanto, esse aspecto primordial está sendo deixado de lado, priorizando-se a descrição dos elementos, sendo a análise e interpretação dos fenômenos prejudicada. 

    Uma atividade importante para despertar a atenção dos estudantes a respeito do espaço geográfico é a realização de um croqui do pátio da escola. Porém, essa atividade deve ser proposta de forma que o aluno relacione e interprete os elementos representados no croqui, não apenas realizando um amontoado de ilustrações. Esse exercício irá despertar a imaginação dos estudantes, auxiliando-os na leitura e interpretação espacial, percepção sobre um determinado fenômeno, além de promover a atividade cartográfica. 

    Os croquis são representações esquemáticas bidimensionais que abordam os fatos espaciais de maior relevância. Para a realização dessa atividade será necessário a explicação sobre a confecção de um croqui, além da apresentação de um que já esteja concluído, de forma que os estudantes tenham conhecimento de alguns elementos cartográficos essenciais. 

    Após esse processo, encaminhe os alunos até o pátio da escola e solicite a realização de um croqui, formando grupos com três componentes. Nesse momento, é essencial deixar os alunos livres para a confecção dos croquis, pois eles trabalharão com as informações e elementos que acharem essenciais, dando-lhes autonomia para selecionarem as principais informações, ao invés de descreverem todos os elementos presentes no local. 

    Terminada a construção dos croquis, realize um debate em sala de aula no qual cada grupo irá expor seu trabalho, interpretando o croqui e relacionado todos os elementos presentes. É de fundamental importância questionar os alunos quais são os fatores responsáveis pela organização espacial e por que os elementos estão distribuídos dessa forma. Com isso, eles irão refletir sobre o espaço geográfico e como as relações sociais influenciam na sua organização.

3ª etapa 

Peça que passem as informações do texto para outra linguagem: a do desenho. Assim como nos croquis distribuídos, devem constar informações para localizar o leitor.

4ª etapa 

Distribua fotos aéreas e de satélite da rua da escola e do bairro, explicando que elas são nossa real localização vista no plano aéreo. Solicite que a turma identifique o trajeto e os pontos citados nos desenhos.

Avaliação 

Pergunte se os pontos de referência mencionados podem ser vistos na foto aérea e na de satélite. Compare os croquis confeccionados e as fotos, questionando as diferentes representações cartográficas.

Deficiências 

Intelectual

Créditos: Silmara Maria Cruz Paiva Formação: Professora de Geografia da EMEF Cleómenes Campos, em São Paulo.

Compartilhe este conteúdo: