Como explorar o Império Romano com "Gladiador"

POR:
novaescola

Objetivo(s) 

Conhecer a sociedade romana, os grupos sociais mais abastados, que dominavam a política, o exército e os povos escravos.

Conteúdo(s) 

História antiga e sociedade romana.

 

Ano(s) 

6º, 7º, 8º, 9º

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Introdução

Neste filme, vencedor de cinco Oscar, incluindo melhor filme e melhor ator, Russell Crowe vive Maximus, o maior general do Exército romano. Em 180 d.C., o imperador Marcus Aurelius morre na frente de batalha, dando lugar a seu filho Commodus. Maximus era o favorito do imperador à sucessão, o que leva Commodus a mandar matá-lo para garantir o trono. "Gladiador dá uma boa ideiade como eram espaços como o Coliseu emostra a dinâmicada sociedade da época e quem eram os grupos dominantes", afirma o professor Juliano Custódio Sobrinho, da Universidade Nove de Julho (Uninove).

Trechos selecionados

O início, que apresenta o acampamento de batalha, que retrata a vestimenta do Exército romano (2m10s a 17m30s), cenas em que

Maximus está entre os escravos e começa a se destacar como gladiador (46m01s a 58m29s) e o trecho final, em que ele luta no Coliseu (2h15m27s a 2h28m15s).

Diga que a turma irá assistir a trechos de Gladiador e explique que o filme se passa no século 2, na Roma antiga. Depois daexibição, pergunte o que osalunos sabem dizer sobre asociedade romana dessa época.Anote as ideias apresentadas.Peça que, em grupos, realizemuma pesquisa sobre o tema,explicitando ascaracterísticase o papel de governantes, doExército e do povo. Organize um debate entre as equipes. Atribua funções específicas para cada aluno (quem fará as perguntas, quem responderá e quem será o relator). É interessante discutir a função do gladiador na sociedade romana e a política de "pão e circo". Pergunte se reconhecem hoje em dia políticas semelhantes a essa e sistematize no quadro as informações.

Avaliação 

Compare as informações anotadas no início da atividade com as apresentadas na pesquisa. Analise também a participação de todos no debate.

Créditos: Juliano Custódio Sobrinho Formação: professor da Universidade Nove de Julho (Uninove)

Compartilhe este conteúdo: