Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Planos de Aula
02 de Setembro de 2017 Imprimir
5 4 3 2 1

Automóveis Modernos Movidos à: Gasolina, Álcool, GNV, Mamona, Milho...

Por: novaescola

Objetivo(s) 

O problema da poluição do ar associado aos automóveis é bastante atual e está relacionado ao aquecimento global, tema de grandes discussões entre as principais nações. Dessa maneira, é importante que os alunos estudem os combustíveis e as formas de energia para associarem os conhecimentos científicos à realidade em que vivem e assim, fornecer significado aos conteúdos.

De posse desses conhecimentos, os alunos podem refletir a respeito dos problemas atuais e discernir sobre as possíveis soluções, assumindo um posicionamento atuante diante de situações de seu mundo. É também uma forma do aluno realizar um exercício de opinião.

Ano(s) 

8º, 9º

Tempo estimado 

De 4 a 5 aulas.

Material necessário 

Organize junto com os alunos artigos de jornais, revistas, livros e textos da Internet a respeito: da poluição do ar nas grandes cidades; dos novos combustíveis automotivos; das formas de energia e de temas relacionados.

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Introdução
Combustíveis fósseis, combustíveis alternativos e biocombustíveis são substâncias muito citadas atualmente nos meios de comunicação devido a sua importância na obtenção de energia para as mais variadas atividades humanas. A partir da queima de combustíveis combinados com o oxigênio produz-se energia térmica (calor), energia mecânica (associada a movimento), luz, energia elétrica e outras formas de energia.

Os combustíveis mais utilizados e conhecidos são para automóveis e caminhões e, portanto, devido ao grande número deles nas metrópoles, agravam o problema da poluição do ar. Mas, é também na diversidade dessas substâncias que tem surgido potenciais soluções, com as pesquisas de combustíveis alternativos e biocombustíveis.

Gasolina, álcool e óleo diesel são os combustíveis mais utilizados atualmente. No entanto, há também muitos carros movidos a gás, o chamado GNV (gás natural veicular) e as principais pesquisas com combustíveis menos poluidores procuram analisar o uso de biomassa baseada, por exemplo, no óleo de mamona.

Essas pesquisas, além de analisarem os aspectos relativos à poluição que os novos combustíveis podem gerar, também procuram obter alto rendimento na queima associado ao poder calorífico das substâncias investigadas. Nesse processo o estudo comparativo é imprescindível e parte dele pode ser realizado pelos alunos nas aulas de Ciências.
 

Estimule os alunos com uma discussão a respeito dos novos tipos de combustíveis que já são utilizados nos automóveis, solicitando aqueles que eles conhecem. Os alunos podem inferir a respeito das necessidades que levaram a essa diversificação nos combustíveis. Elabore um painel coletivo com o levantamento dos combustíveis e com os motivos citados.
Para a próxima aula, os alunos devem pesquisar para investigar se já existem outros tipos de combustíveis.

2ª etapa 

Faça um levantamento das informações obtidas com a pesquisa e monte uma tabela com os tipos de combustíveis encontrados. Organize os alunos em grupos e solicite que cada grupo fique responsável por um tipo de combustível para completar a tabela com as seguintes informações:
a) como o combustível é produzido;
b) em qual estado físico é utilizado;
c) qual é o tipo de poluição que gera a partir de sua queima;
d) quanto polui;
e) qual é o poder calorífico.
Essa pesquisa pode iniciar na aula e ter continuidade em casa, individualmente.

3ª etapa 

Inicialmente, os alunos reúnem-se em seus grupos para organizarem as informações obtidas com a pesquisa realizada em casa. Em seguida, o professor organiza juntamente com os grupos as informações a respeito dos combustíveis na tabela coletiva.

4ª etapa 

Cada grupo analisa a tabela e escolhe qual considera ser o melhor combustível, justificando sua opção baseada na produção, utilização e poluição associada. Essa justificativa pode ser escrita e depois apresentada para a classe.

Avaliação 

A cada etapa o professor pode avaliar a participação e o desenvolvimento dos alunos, por meio de perguntas ao longo das atividades ou ainda com anotações baseadas nas observações. Após a última etapa, é possível uma avaliação individual na qual o aluno pode registrar sua opinião pessoal baseada nos conhecimentos estudados, caso essa possibilidade não seja contemplada no trabalho em grupo. Quer saber mais? BIBLIOGRAFIA  - Revista Virtual TUDO SOBRE. (Acessado em 09/05/2008) - Revista Com Ciência.   

Créditos: Sandra Del Carlo Formação: Doutora em Ensino de Ciências, professora do ensino médio e assessora de Ciências

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar