Análise de imagens históricas

POR:
novaescola

Objetivo(s) 

- Analisar o contexto econômico, social e político de um fato com base num documento iconográfico (nesse caso, a independência do Brasil).
- Compreender o processo histórico por meio dessa análise.
- Desenvolver o pensamento crítico.
- Relacionar a análise das imagens com o estudo dos textos.

Conteúdo(s) 

Análise histórica
Independência do Brasil

 

 

Ano(s) 

6º, 7º, 8º, 9º

Material necessário 

Cópias da reprodução do quadro Independência ou Morte, de Pedro Américo (disponível na Wikipedia).

Desenvolvimento 

1ª etapa 

Divida a turma em duplas. Distribua as cópias da reprodução e peça que identifiquem o autor e a data. No caso da reprodução, sempre se deve colocar a citação iconográfica abaixo da imagem: o nome da obra, o autor, o ano de produção e o local em que ela se encontra. Questione os alunos sobre o ano de execução da obra. É o mesmo da proclamação da independência? Após responderem, mostre que esse é um exemplo de documento feito por um artista bem depois de o fato ter ocorrido e que representa a interpretação dele a respeito de um momento passado. Em seguida, encaminhe a observação do conteúdo. Instigue os jovens a identificar que características do quadro expressam a sociedade da época retratada (como vestimentas e gestos). Conduza os alunos a pensar sobre qual seria a economia predominante e quem detinha o poder. Quem é a figura que está ao centro? O que isso representa? Como as figuras se relacionam? Vale levantar com a turma quem é quem, qual o papel de cada um ali e o porquê de estarem posicionados da maneira como aparecem na cena. A turma deve perceber que a disposição dos personagens não é aleatória e diz muito sobre a visão que se tinha da independência: feita pela elite, apoiada pelo Exército, com o povo à margem, será que a independência representa uma mudança real? Ou nada mudou? Por fim, peça que cada aluno faça uma dissertação sobre a sua visão da independência baseando-se nas conclusões e hipóteses levantadas.

Avaliação 

Considere tanto as exposições orais dos alunos no momento de análise da imagem como a produção textual realizada por eles. Observe se eles compreenderam a relação entre o autor e o fato retratado e o contexto histórico por trás da cena analisada.

Flexibilização 

Antecipe a atividade para os alunos com deficiência intelectual. Assim eles já chegarão à aula sabendo o que será tratado. O aluno pode, perfeitamente, identificar o autor da obra, o ano, e fazer observações sobre os elementos da tela. O trabalho em duplas também contribui. Relacionar o quadro a outras obras sobre a independência, como músicas, fotografias e textos, por exemplo, é útil para reforçar as aprendizagens. Se o aluno não for capaz de fazer uma dissertação, peça que escreva listas de elementos importantes - personagens, fatos do período etc. - ou produza um texto mais simples. O importante é que ele participe dos debates com a turma e possa expressar sua opinião, contribuindo com o grupo.

Deficiências 

Intelectual

Créditos: Pedro Moura Formação: Professor do Colégio Sidarta, em Cotia, SP.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias