Apresentado por
Foreducation

Um blog cheio de conteúdo

No papel de protagonistas, os alunos pesquisaram muito nas aulas de Ciências

POR:

O QUE É?

Relato de experiência sobre o desenvolvimento de um blog para compartilhar conhecimentos adquiridos em sala. O projeto foi desenvolvido com apoio de ferramentas como Google Imagens e do modelo SAMR (Substitution Augmentation Modification Redefinition, em português, Substituição Aumento Modificação Redefinição), que consiste, basicamente, em elaborar uma tabela de controle sobre as atividades feitas nas salas de aula e avaliar os resultados. Projeto participante do Prêmio Weducation – Educadores Transformadores, edição 2015, realilzado pela Foreducation, grupo de educadores que vem estudando os benefícios da tecnologia em sala de aula e como ela pode contribuir para uma educação mais significativa e atraente.

QUEM FEZ? 

Ana Paula Girello, professora do Colégio Internacional Ítalo Brasileiro, em São Paulo.

PODE TE INSPIRAR PORQUE…

Para produzir o blog, os alunos pesquisaram diversos conteúdos de Ciências, como a criação do Universo, as eras geológicas e dos dinossauros, e realizaram experiências para estudar o comportamento de vulcões. Com tudo isso, passaram a ser mais ativos e independentes para estudar.

ETAPA

Ensino Fundamental

ANO

3o e 4o.

CONTEÚDOS

Ciências, Matemática, Língua Portuguesa, História, Geografia

Blog Educação Interdisciplinar: uma aventura através da curiosidade

Crianças no computador
Crédito: Getty Images

A) TEMA
Em um primeiro momento, o projeto foi idealizado para, através da criação  de um Blog de Ciências, expor os trabalhos desenvolvidos pelos alunos em sala de aula, no laboratório de Ciências e nas tarefas para casa.

A partir disso, os alunos demonstraram interesse em descobrir mais sobre os conteúdos apresentados e também sobre suas curiosidades pessoais, inclusive em ambientes além do colégio, como em casa, passeios e viagens.

Pesquisar, registrar e compartilhar conhecimentos e descobertas: através dessas atitudes, os alunos tornam-se protagonistas do seu aprendizado na medida em que assumem os conteúdos, trazendo-os para a sala de aula, compartilhando suas descobertas em ambientes externos ao colégio com o professor e colegas, transformando, assim, o ensino e a aprendizagem.

Os conteúdos desenvolvidos foram os pertinentes à faixa etária de 3º e 4º e em segundo momento, conteúdos que nos foram trazidos pela curiosidade dos alunos e principalmente sobre o que estavam vivenciando em determinado momento da trajetória. 

A parceria tecnologia/ educação permite que o modelo educacional seja inovador, uma vez que o aluno tem anseios do "novo". Deve-se implementar o modelo andragógico, no qual o jovem deve ser o maior protagonista do processo de aprendizagem, onde mestre e aprendiz devem utilizar a troca de conhecimentos, respeitando as suas habilidades e necessidades imediatas.

B) OBJETIVOS

- Desenvolver competências socioemocionais, para que , tanto educadores quanto educandos, possam colocar em prática as melhores atitudes e habilidades para controlar emoções, alcançar objetivos, demonstrar empatia, manter relações sociais positivas e tomar decisões de maneira responsável, entre outros.

- Sensibilizar os educandos para o trabalho em equipe, dentro de um processo criativo coletivo.

- Evidenciar como estratégias não convencionais de estudo podem auxiliar na aprendizagem dos alunos.

- Permitir que um trabalho envolvendo novas tecnologias ocorra de maneira natural, dentro de ferramentas tecnológicas de grande impacto e baixa complexidade, como Google busca, google imagens, classroom, expedition, blogger, etc.
Tais modelos serão melhor abordado no item F) Tecnologias utilizadas.

- Desenvolver
competências cognitivas (interpretar, refletir, pensar abstratamente, generalizar aprendizados).

- Conduzir o aluno a ser protagonista do seu aprendizado,
 instrumento do seu próprio amadurecimento, por meio de atitudes e fazeres que utilizem a sua autonomia. Essa aprendizagem envolve a interação dos conhecimentos, competências e motivações do indivíduo, como ensinante ou aprendiz. Motivar o aluno a ser protagonista da construção de saberes, dos conhecimentos prévios e novos, com um alto grau de pertencimento e propriedade.

- A crença do aluno na sua própria capacidade de aprender e o reconhecimento e a valorização dos seus próprios saberes, o desenvolvimento de diferentes capacidades – cognitivas, afetivas, físicas, éticas e estéticas

C) CONCEITOS TRABALHADOS

- Ciências: incentivo à pesquisa, lições de casa, cartazes e postagens no Blog; experiências práticas no Laboratório de ciências; Construção do vulcão e como fazê-lo erupir (registro em fotos e vídeos).

- Português: incentivo à pesquisa, lições de casa, cartazes e postagens no Blog; construção de textos e leitura de livros especializados.

- História: incentivo à pesquisa, lições de casa, cartazes e postagens no Blog; a criação do Universo, as Eras Geológicas, a Era dos Dinossauros. 

- Matemática: incentivo à pesquisa, lições de casa, cartazes e postagens No Blog; contagem do tempo.

- Geografia: incentivo à pesquisa, lições de casa, cartazes e postagens no  Blog.

- Incentivo à registros em viagens e outros ambientes externos ao colégio.

- Lições de casa: livro, caderno, trabalhos,Blog.

- Atualidades: Vídeos sobre a Vida dos Dinossauros, as Eras Geológicas, A Era dos Dinossauros, os vulcões, expedições arqueológicas - Cinema 3D e Smart Room.

- Incentivo à postagens  dos alunos no Blog sobre curiosidades, experiências, viagens, visita à exposições, etc.

- Divulgação das estatísticas do Blog: número de visualizações, comentários, países que visualizaram, etc.

- Criação, no Minecraft, de um vulcão.

D) COMPETÊNCIAS/HABILIDADES DESENVOLVIDAS

PRIMEIRA COMPETÊNCIA
Dominar o uso de novas tecnologias para administração tanto do próprio conhecimento como da construção coletiva do conhecimento.

Habilidades relacionadas à primeira competência

1. Incorporar novas tecnologias com naturalidade no cotidiano escolar.

2. Utilizar recursos tecnológicos como meio de facilitar o aprendizado e a partilha do mesmo.

3. Perceber que a tecnologia é apenas um instrumento, até que quem a utilize, lhe dê significação.

SEGUNDA COMPETÊNCIA 
Conhecer as manifestações da vida que se expressam na forma da criação do Universo, a passagem do tempo, as catástrofes, como vulcões e meteoros, o início de outra era.

Habilidades relacionadas à segunda competência

1. Reconhecer a importância da transformação de energia, em Universo e criação dos Planetas.

2. Caracterizar e comparar diferentes eras geológicas.

3. Diferenciar formas de reprodução dos seres vivos, compreendendo que dela depende a continuação das espécies.

4. Identificar as transformações do Universo e Planeta Terra, até a Era dos Dinossauros e suas consequências para a Era atual.

TERCEIRA COMPETÊNCIA 
Compreender os conhecimentos científicos e tecnológicos como meios para preservar o ambiente e para diversificar a produção no campo, identificando riscos e benefícios de suas aplicações.

Habilidades relacionadas à terceira competência

1. Identificar diferentes produtos tecnológicos e para que são usados.

2. Reconhecer argumentos pró ou contra o uso de determinadas tecnologias para resolução de necessidades humanas, relacionadas à conservação do ambiente e à produção agrícola.

3. Relacionar a tecnologia ao progresso das comunidades, identificando seus produtos e as consequências das formas inadequadas de produção.   

4. Avaliar e criticar em que situações a tecnologia resulta em prejuízos ambientais, apresentando estratégias para amenizar os problemas.

QUARTA COMPETÊNCIA
Compreender a Terra em sua constituição geológica, relacionando-as aos recursos e aos fenômenos naturais.

Habilidades relacionadas à terceira competência

1. Identificar diversos objetos produzidos pela sociedade, relacionando-os aos materiais com os quais são feitos.

2. Reconhecer a importância das pesquisas geológicas para desvendar a estrutura interna do planeta.

3. Relacionar a escolha de determinado material para a produção de objetos às propriedades que esse material apresenta.

4. Estabelecer relações entre informações para explicar fenômenos naturais ou induzidos pelas atividades humanas, como chuva, vento, enchente, tsunami, vulcões, etc.

F) TECNOLOGIAS UTILIZADAS

EQUIPAMENTOS
Ipads, computadores, celulares, cinema 3D, projetor multimídia, equipamentos de laboratório, Smart Room.

PROGRAMAS E APLICATIVOS
Acesso à Internet , Google busca, Google imagens, YouTube, Blogger, Minecraft.

G) ESTRATÉGIA COM O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS

Os alunos utilizaram tecnologias , durante todo o processo, como: utilização do Blog, celulares, notebooks, computadores, iPads.
Com seus dispositivos eletrônicos, os alunos produziam vídeos sobre o tema, que eram postados no Blog criado para essa finalidade: compartilhar conhecimento em material produzido. A partir da postagem, os alunos interagiam no Blog através de comentários.

Ao longo do projeto, os alunos criaram o hábito de investigação e disseminação do conhecimento, além de entenderem como utilizar a tecnologia para aprender.

Houve a utilização do modelo SAMR (Substituição, Aumento, Modificação e Redefinição) alterando-se as práticas, conforme sugere PUENTEDURA (2013), passando do aperfeiçoamento para a transformação.

Em nosso caso específico o modelo SAMR vem se processando do seguinte modo:


Redefinição

Etapa atingida com os alunos protagonizando seus próprios vídeos científicos e postando-os no blog


Modificação

Aumento significativo no blog, que compartilha conhecimento produzidos pelos alunos


Aumento

Ao utilizarmos o ambiente virtual citado na etapa de substituição, os alunos passaram a ter a possibilidade de investigar informações através de imagens e vídeos


Substituição

Realizamos pesquisas e produção de conteúdo em ambiente virtual

H) REGISTRO DO DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES DISCENTES

Todo o conteúdo desenvolvido está no Blog.

I) CRONOGRAMA  DAS  ATIVIDADES

MÊS

ATIVIDADES

MAIO

Apresentação do projeto

JUNHO

Apresentação das Estatísticas do Blog

Ipads em Sala de aula

Cinema 3D

Informática

Mind Lab

Experiências no laboratório

Proposta: pesquisa sobre a criação do Universo, as Eras Geológicas e a Era dos Dinossauros

AGOSTO

Apresentação das Estatísticas do Blog

Ipads em sala de aula

Cinema 3D

Informática

Experiências no laboratório

Apresentação do vídeo caseiro do aluno sobre a erupção do vulcão

Proposta: criação de cartazes, para exposição na sala de aula, sobre as Eras Geológicas e a Era dos Dinossauros

SETEMBRO

Apresentação das Estatísticas do Blog

Ipads em sala de aula

Cinema 3D

Informática

Experiências de laboratório

Apresentação do vídeo caseiro, da aluna realizando experiência da lava

Confecção dos vulcões, na sala de Artes

OUTUBRO

Apresentação das Estatísticas do Blog

Ipads em sala de aula

Cinema 3D

Informática

Experiências no laboratório

Experiência: como um vulcão entra em erupção

NOVEMBRO

Apresentação das Estatísticas do Blog

Ipads em sala de aula

Cinema 3D

Informática

Apresentação das Estatísticas do Blog

Experiências no laboratório

As atividades do Blog continuam no ano de 2017.

J) RESULTADOS

Com o crescimento do envolvimento dos alunos nos trabalhos, principalmente a inclusão de tecnologias como o manuseio do próprio Blog, YouTube, Minecraft, os alunos se interessaram em criar conteúdos para as postagens. A partir desse momento, o que havia sido programado, se transformou pela iniciativa dos alunos em descobrirem novos conteúdos e se transformarem em buscadores do seu conhecimento. Com o envolvimento de outros professores, com outras disciplinas, o Blog deixou de ser apenas de Ciências e se transformou em um Blog interdisciplinar. 

A mudança mais significativa foi a ocorrida na essência do educando. Agora ele não se prende mais a orientação do professor para estudar conteúdos, ele está demandando conteúdos para serem estudados. Eles perceberam que podem  e devem aprender em qualquer lugar e em qualquer momento  e por isso se tornaram  muito mais atentos e interessados com o que acontece ao redor. Hoje, os alunos, onde quer que estejam, se interessam por descobrir e desvendar o que acontece ao seu redor e tomam a iniciativa de compartilhar com os seus alunos através do Blog. 

Alcançamos também, através da análise da estatística  do Blog, outros países. O que aumentou mais ainda a curiosidade e vontade dos alunos de compartilharem suas experiências. As tecnologias romperam as barreiras que separavam as salas de aula do mundo externo e trouxeram aos alunos a autonomia necessária para buscarem seu conhecimento.Os alunos se transformaram em protagonistas do seu conhecimento e a professora se transformou em uma gestora da curiosidade.

K) REFERÊNCIAS

http://www.porvir.org/especiais/socioemocionais/

http://www.webartigos.com/artigos/o-aluno-autor-da-propria-aprendizagem-refaz-o-processo-de-aprender-a-aprender/119940/

http://revistaescola.abril.com.br/pdf/dez-importantes-questoes-rosaura-soligo.pdf


Como preencher o modelo SAMR

Tags

Guias