Blog de Alfabetização

Troque experiências e boas práticas sobre o processo de aquisição da língua escrita.

Uma rua, três escolas e muita gente unida pela aprendizagem

POR:
Mara Mansani

Numa mesma rua, em Sorocaba, existem três escolas, todas vizinhas. Uma delas é a escola em que leciono, a EE Professora Laila Galep Sacker, uma instituição pública, estadual, que atende crianças do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. A outra, que fica exatamente do outro lado da cerca, é uma creche pública e municipal. E a terceira, que atende crianças da Educação Infantil até o 5º ano do Fundamental, é uma escola particular. O mais estranho nessa história toda é que, mesmo com tanta coisa comum – a idade dos alunos e a localização –, até pouco tempo atrás, nós não nos conhecíamos, não nos falávamos e não tínhamos feito nada em conjunto! Praticamente ignorávamos a existência uma da outra.

Como já contei em outro post, estou fazendo neste ano um curso na área ambiental chamado “Educação pelo Envolvimento”, no Sesc Sorocaba. Uma das atividades foi uma visita ao Projeto Âncora, em Cotia (SP), que reproduz aqui no Brasil a experiência da Escola da Ponte, criada por José Pacheco, em Portugal. Durante o passeio, comecei a conversar com outras colegas que participam do curso e qual não foi minha surpresa ao descobrir que algumas eram professoras justamente da escola particular que fica na nossa rua. E uma outra participante era nada menos que a diretora da instituição municipal que fica do outro lado da cerca. Precisamos mesmo ampliar os nossos círculos de convívio...

Foi assim que começou o desejo de criarmos uma proposta de trabalho conjunto e transformar nossa rua em um lugar onde a Educação das crianças extrapole os muros e seja uma preocupação de todos. Desse objetivo, nasceu, naturalmente, o nome do projeto: Rua Educadora.

Um projeto grande assim começa com pequenas ações. Então, para começar, colocamos em prática a seguinte proposta inicial:

Conversa inicial entre professores

Descobri que nossas dúvidas e inquietações, nas três escolas, são praticamente as mesmas. Notei também que fazemos ações educativas quase iguais. Por isso, aos poucos, envolvemos todos os docentes num diálogo de colaboração, que durou por quatro encontros durante o curso. Ah, e tivemos o apoio dos gestores, o que é muito importante!

Intercâmbio de correspondências

A partir dessas reuniões, chegamos a um acordo sobre as atividades iniciais. Com os alunos, a primeira que será feita é uma troca de cartinhas entre algumas turmas de 3º ano de duas das escolas. Além de inserir esse conteúdo típico do currículo em sua função social, o intercâmbio servirá para preparar o terreno para o dia em que todos se conhecerão pessoalmente.

Troca de um presente

Bolamos também uma troca de presentes entre turmas, que poderiam ser uma caixa com fotos, brinquedos feitos pelos alunos, uma carta coletiva de apresentação, propostas de brincadeiras etc.

Visitas entre escolas

Essa é mais uma ação importante para que todos se conheçam e fortaleçam as relações. Primeiro vamos fazer esses momentos entre professores e gestores, e depois levar os alunos para conhecer os vizinhos. Queremos andar pelos espaços e ter momentos de conversa para conhecer as atividades desenvolvidas.

Depois dessa primeira parte já planejada vamos pensar nos próximos passos do projeto propriamente dito. Além de reuniões para planejar o Rua Educadora e de uma feira de ideias entre os professores, para compartilharmos boas práticas educativas em geral, pensamos em algumas opções de atividades coletivas:

  • Faremos o plantio de árvores numa área verde pública que fica aqui na nossa rua.
  • Organizaremos uma feira de trocas de brinquedos e livros.
  • Realizaremos uma feira literária.

Enfim, ideias não faltam. Colocar o projeto em pé, com certeza, não é tarefa fácil, mas será maravilhoso fazer essa transformação. Podemos combater preconceitos, nos descobrirmos como iguais e mudar positivamente o convívio da comunidade. Estou empolgada com essas possibilidades!

Em post futuros, contarei como essa história se desenrolou e quais foram os nossos acertos e dificuldades. Aguarde! ;)

Um abraço! Até a próxima semana!

Mara Mansani

Tags

Guias