Ir para o conteúdo Pular para o menú principal
ANÚNCIO
Você sabia que é possível salvar matérias para ler mais tarde? Use o botão icone ler mais tarde Ler mais tarde
icone menu

Como comecei a gostar mais de Matemática

Aluna da EMEF Professora Silvana Maria Ribeiro de Almeida conta como jogos no computador ajudaram a mudar sua relação com a disciplina

Aluna Maria Eduarda sentada em frente a um notebook

Maria Eduarda Santos Moreira, 12 anos

“Eu não gostava muito de Matemática. Comecei a mudar de opinião quando passei a assistir vídeos e fazer exercícios a mais, no 6º ano. No mês passado, a escola incentivou que a gente participasse dos Jogos do Conhecimento. Funciona assim: a gente vê os vídeos, faz as atividades e aprende coisas que ainda não viu na aula. Meu professor de Matemática, o Denilson, incentiva, tira dúvidas e mostra o quanto iremos aprender.

Tinha coisas que eu não entendia e comecei a entender. Por exemplo, eu tinha dificuldades com fração e a atividade que mais gostei foi sobre isso. Tinha que descobrir o número decimal correspondente a cada fração. E a que eu achei mais difícil foi uma que tinha que descobrir o valor de X em uma equação de primeiro grau.

Antes, eu pensava que ia ser difícil participar dos Jogos do Conhecimento. Mas gastei um tempinho e consegui a medalha Super! Agora continuo fazendo os exercícios mesmo não dando pra ganhar mais e ajudo os meus colegas.

Aqui na minha escola, todo mundo está se esforçando bastante. Cada turma tem um horário na sala de informática e é incentivada a estudar em casa também. Se não tiver um computador em casa, pode marcar horário pra usar à tarde na escola.

Até penso em fazer alguma faculdade relacionada a Matemática, mas ainda não decidi o que.”

Depoimento de Maria Eduarda Santos Moreira, aluna do 7º ano da EMEF Professora Silvana Maria Ribeiro de Almeida, em São José dos Campos, interior de São Paulo

 

Os Jogos do Conhecimento são inspirados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e foram criador por Fundação Lemann, Instituto Península, Khan Academy e Transforma. As atividades são realizadas na plataforma Khan, onde alunos e professores têm acesso gratuito a vídeos explicativos e atividades de Matemática. Conforme avançam, os estudantes ganham medalhas de Bronze, Prata, Ouro e Super. As três escolas vencedoras serão premiadas com kits esportivos e a grande campeã também receberá a visita de um atleta olímpico ou paralímpico brasileiro.

ANÚNCIO
LEIA MAIS