Ir para o conteúdo Pular para o menú principal
ANÚNCIO
Você sabia que é possível salvar matérias para ler mais tarde? Use o botão icone ler mais tarde Ler mais tarde
icone menu
Blog de Alfabetização
foto Mara Mansani
Mara Mansani

Três projetos inovadores de leitura no Fundamental 1

 Caixas de leituras: estratégia eficaz no incentivo à leitura. Foto: Mara Mansani

Em junho, contei a vocês sobre a experiência de estágio diferenciado em minha escola, E.E. Professora Laila Galep Sacker, em Sorocaba/SP. Como já disse, a maioria de nossos estagiários são estudantes de Pedagogia da Universidade de Sorocaba (Uniso). Nessa proposta de estágio, há participação efetiva e comprometimento de todos. Isso proporciona muita aprendizagem em uma parceria onde todos só têm a ganhar: os estagiários, os professores, os alunos e a escola como um todo.

Mas, como já disse no outro post, essa parceria entre Universidade e escola vai muito além do estágio. Os alunos de Pedagogia, orientados pela professora mestre Ana Paula Germanos, transformam a teoria aprendida na academia em práticas educativas, que são vivenciadas em minha escola e em outras da rede pública da cidade, todas do Ensino Fundamental 1.

Eles desenvolvem projetos inovadores nas áreas de Língua Portuguesa, onde o foco é o incentivo à leitura, e em Ciências, onde são explorados temas que fazem parte do conteúdo do 3º ao 5º ano. Dessa forma, esses estagiários vão experimentando, desde já, as diversas possibilidades de aprendizagem que as práticas educativas inovadoras proporcionam. Com certeza, isso impactará positivamente na formação de um profissional mais qualificado.

Nos tópicos a seguir eu explico um pouco os projetos que são feitos pelos estudantes de Pedagogia, e que também podem ser realizados por vocês, queridos professores:

As caixas que contam histórias

Os estagiários, no componente "alfabetização e letramento", criam caixas temáticas, explorando a história de algum livro de literatura infantil. Para isso, constroem cenários (como os que aparecem na primeira foto deste post), personagens e outros elementos que fazem parte da história, utilizando até materiais recicláveis.

Tudo fica dentro da caixa, como um tesouro a ser descoberto durante a leitura. Então, ao ler o livro para as crianças, os estagiários contam com a caixa para dar vida à história, com uma dinâmica que encanta a todos.

Com essa maneira diferenciada de se explorar a leitura, todos têm maior compreensão da história, e vão criando gosto pela leitura. Alguns livros que antes não eram muito valorizados pelas crianças entraram para a lista dos mais lidos em sala de aula depois da dinâmica.

As caixas apresentadas para meus alunos eram lindas, criativas e muito bem exploradas pelos estagiários. Eles têm a clareza da importância da leitura na alfabetização e em todas as outras fases de aprendizagem. Ao final da leitura dos livros, eles permitiram as crianças o manuseio dos componentes e cenários. Meus alunos adoraram! Fiquei pensando: “por que não pensei isso antes”.

Jogos temáticos de Ciências

Neste projeto, os estagiários criam e oferecem aos alunos jogos educativos que exploram temas relacionados ao conteúdo de Ciências, como: os seres vivos, uso consciente dos recursos naturais, entre outros.

Os jogos podem ser de trilhas a serem percorridas, ou de perguntas e respostas, etc. Os alunos formam grupos e participam de um circuito com diversos jogos. Vão aprendendo de forma lúdica e prazerosa, compreendendo e refletindo sobre temas tão importantes de uma forma diferente, todos na quadra esportiva da escola. E como os alunos gostam! Ninguém quer parar de jogar.

Biblioteca dos sonhos

Esse projeto tem como objetivo incentivar a leitura, oferecendo espaços diferenciados e lúdicos para a atividade nas escolas.

Os alunos de Pedagogia, no componente "práticas de alfabetização", realizam verdadeiras transformações dos espaços de leitura em escolas públicas, instituições e ONGs.

Eles fazem visitas para conhecer esses espaços, depois elaboram um plano de trabalho e depois voltam ao ambiente com ideias e materiais como tapetes, almofadas, pinturas na parede, etc, para transformá-lo em um espaço confortável, encantador e principalmente propício a leitura.

Muitas vezes eles criam espaços onde não há livros disponíveis, e também fazem campanhas para arrecadação de livros, gibis e materiais para compor o espaço. A cada inauguração, muita emoção e agradecimento. Projeto lindo e ambicioso! Estagiários engajados na construção de uma educação de qualidade.

Espaço de leitura transformado por estagiários de pedagogia. Foto: Mara Mansani

Esses projetos mostram que o papel da Universidade nos cursos de Pedagogia vai muito além da formação nas salas de aula, e que o saber científico e teórico encontra terreno fértil para exercitar suas práticas nas escolas e na comunidade. A parceria entre escola e Universidade merece ser valorizada.

Espero que tenham gostado das experiências que relatei e que elas possam inspirar a todos vocês! Mas se em sua escola já estão acontecendo práticas como essas, conte-nos aqui nos comentários!

Um grande abraço, um bom recesso, boas férias para quem conseguiu o merecido descanso! Até a próxima segunda-feira!

Mara Mansani

 

 

ANÚNCIO
LEIA MAIS
OUTROS BLOGS