Quando escrever “há anos” ou “a anos”?

Não confunda essas expressões que representam ações no passado e no futuro

POR:
Arlete Bannwart Vieira
Dois despertadores, um azul e um branco, de óculos escuros na areia da praia
Se suas férias já passaram, elas ocorreram há um tempo. Se ainda vão acontecer, serão daqui a alguns (ou muitos) dias. Crédito: Shutterstock

As duas expressões referem-se ao tempo. Não há diferença em sua pronúncia, mas as escritas trazem significados opostos. Enquanto uma diz respeito ao passado, a outra relaciona-se com o futuro.

Há anos

Usa-se o verbo haver para se referir a um tempo passado ou decorrido. Ele pode ser trocado pelo verbo “fazer”. Exemplos:

mais de um mês não vejo meus pais = Faz mais de um mês que não vejo meus pais.

Me formei  cerca de 10 anos.

 

OBS: Os verbos haver e fazer, quando estão indicando tempo passado, não devem ser colocados no plural. O haver também não vai para o plural quando adota o sentido de “existir”. Exemplos:

Havia dois meses que não chovia naquela região do interior. (Forma incorreta: “Haviam”)

Houve problemas na porta do estádio. (Forma incorreta: “Houveram”)

Ontem fez duas semanas que as provas foram realizadas.

(Forma incorreta: “fizeram”)

Naquela sala havia muitos alunos sem o material da aula de Matemática. (Forma incorreta: haviam”)

 

A anos

Já a preposição A é empregada na indicação de tempo futuro. Nesse caso, não pode ser substituída por “faz”, e em geral vem precedida da expressão “daqui”. Exemplos:

O lançamento do satélite ocorrerá daqui a dois anos.

Viajarão para a Europa daqui a três semanas.

 

Veja outras dicas sobre a Língua Portuguesa na página S.O.S. Português

Tags

Guias