Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Blog

Blog de Alfabetização

Troque experiências e boas práticas sobre o processo de aquisição da língua escrita.

Conheça a “régua das dezenas”, uma atividade eficaz na alfabetização matemática

POR:
Mara Mansani
Com materiais simples, os alunos comparam e ordenam os algarismos, aprendendo aspectos elementares do sistema de numeração. (Foto: Mara Mansani)

A cada conversa com colegas professores, a cada pesquisa em livros ou na internet, a cada experiência em sala de aula, vou coletando e adaptando práticas para a alfabetização dos meus alunos. E quando o assunto é especificamente a Matemática, não é diferente: anoto tudo e, aos poucos, enriqueço um banco de atividades e práticas que vão se incorporando à minha rotina.

Hoje, quero partilhar com você uma dessas práticas. Eu já realizo essa atividade há alguns anos, com o objetivo de trabalhar leitura, escrita, comparação, sequenciamento, ordenação, contagem e regularidades numéricas. Chamo essa atividade de “régua das dezenas”. Veja como ela é: 

  1. Com uma tira de um papel mais firme, como papelão ou cartão, de 50×10 cm, construo com os alunos uma espécie de régua de dezenas, que começa no 10 e vai até 90. Mas, antes de começar a construir, os alunos recebem uma ficha quadriculada com as dezenas e algarismos de 0 a 9 repetidos algumas vezes. Eles recortam as dezenas e colam-nas na tira, em ordem crescente, deixando um pequeno vão entre elas. Recortam também os algarismos de 0 a 9 e os guardam em um saquinho plástico transparente. Então, lemos juntos a sequência construída no papel, conferindo-a com a correta, exposta na lousa.
  2. Depois da leitura, dito números que os alunos devem compor usando a régua e os algarismos do saquinho. Por exemplo: quando digo o número 28, o aluno procura na régua a dezena 20 e sobrepõe o algarismo 8 ao 0, formando o número. Deixo que os alunos comparem o que fizeram e que alguém da turma explique como o número se formou o número.
  3. Em seguida, dito outro número, pergunto se ele é maior ou menor do que o ditado anteriormente e qual é a sua dezena correspondente. Procuro ditar os números sempre os atrelando a um valor conhecido. Por exemplo: “28 é tamanho do sapato do aluno José”, “31 é número de alunos da turma”, e assim por diante.
  4. Além de identificar regularidades, compor, decompor e ordenar os números, os alunos registram no caderno o que formaram (no nosso exemplo, registram 28 = 20 + 8) e também em uma ficha avulsa, separando dezenas e unidades.

Assim, fica muito fácil entender como os números são formados, e a atividade do ditado se amplia e ganha mais significado.

Todas as fichas para a realização da atividade podem ser baixadas aqui. É só imprimir e usar com sua turma. E o bacana é que dá para adaptar a atividade para alunos maiores, ampliando o desafio com uma régua que inclua centenas ou milhares.

Outra vantagem da régua de dezenas é que os alunos acabam construindo um material de apoio que pode ser útil em outras atividades matemáticas.

O resultado é que depois de algum tempo lendo, escrevendo, comparando, compondo e decompondo os números, com o apoio da régua, todos aprendem números de maneira mais fácil e eficiente. Garanto a vocês que dá certo!

Vá montando você também o seu banco de práticas matemáticas. Amplie, adapte, faça variações em suas práticas de acordo com a necessidade de aprendizagem e anote tudo sempre. E se você tem alguma atividade interessante que já realizou em sala de aula, compartilhe conosco aqui nos comentários.

Aliás, quero agradecer as muitas sugestões que tenho recebido aqui no blog de muitos professores. Isso contribui na aprendizagem de todos nós educadores!

Um grande abraço e até a próxima segunda-feira!

Mara Mansani

Tags

Guias

Assuntos Relacionados