Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Blog

Blog de Alfabetização

Troque experiências e boas práticas sobre o processo de aquisição da língua escrita

15 de Maio de 2017 Imprimir
5 4 3 2 1

7 indicações para fortalecer a prática de leitura

Por: Mara Mansani

A internet tem um vasto acervo que pode apoiar o processo de desenvolvimento da leitura. O especial "Vem que eu te conto", por exemplo, pode ser usado em sala de aula. Crédito: reprodução

Como já conversamos aqui, no Blog de Alfabetização, a construção de uma biblioteca digital pode contribuir para a organização e desenvolvimento do trabalho do alfabetizador. Esse acervo deve ser alimentado continuamente para ampliar nosso repertório e nos mantermos sempre atualizados. Por isso, no post dessa semana, sugiro materiais de acesso gratuito que exploram a leitura em vários de seus aspectos e que não podem ficar de fora da sua lista. São materiais que nos levam ao estudo e à reflexão sobre a importância da leitura no desenvolvimento das crianças e, consequentemente, na alfabetização dos nossos alunos. Compartilho algumas sugestões para que vocês possam se inspirar e fortalecer a leitura como uma prática constante em sua sala de aula:

Para compartilhar com os pais de seus alunos
Duas publicações que trazem dicas de como envolver e encantar as crianças com a leitura desde muito cedo, ainda na  barriga da mãe, são o Passaporte da Leitura e o Passaporte Brincar de Ler. Partindo do princípio que nunca é cedo demais para desenvolver interesse pela leitura e que as atitudes dos pais são modelos nesse processo, ambas indicações trazem informações e dicas sobre como incentivar as crianças pelo mundo das letras de modo que ela também tenha uma participação ativa nesse caminhar.

Para além da escola, uma “prescrição médica”
A campanha Prescreva um livro: Fortalecendo o desenvolvimento e o vínculo é uma parceria entre a Sociedade Brasileira de Pediatria, Fundação Itaú Social e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e é baseada em evidências científicas sobre o impacto da leitura na infância. Esta recomendação é da Academia Americana de Pediatria e é inovadora, pois leva a importância da leitura também para dentro dos consultórios pediátricos como uma orientação às famílias.

Para habitar os livros
Confiar no texto, habitar os livros: boas práticas de leitura em bibliotecas comunitárias
 é uma boa indicação para se inspirar com experiências de leitura em diferentes espaços, além da sala de aula. Essa publicação – como indica o título – é um guia com sugestões de práticas para a promoção da leitura baseado na experiência das bibliotecas comunitárias do Programa Ler é Preciso. Apesar de ser voltado para esses profissionais, ela pode inspirar o desenvolvimento da leitura em nossas escolas.

Para aprofundar o entendimento sobre a leitura
Em Pra que serve a literatura?, nove educadores e pesquisadores conceituados, como Ana Maria Machado, Betty Mindlin e Yves de La Taille propõe reflexões sobre o gênero de forma atraente, por meio de narrativas ao responder o questionamento: “Por que é importante ler literatura desde a primeira infância?”.

Para formar leitores
Uma boa sugestão são as revistas Na Ponta do Lápis.  A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, responsável pelo produto, disponibiliza um acervo de mais de 10 anos com possibilidade de acesso online ou download. A revista é destinada a educadores para contribuir com ações de ensino da língua. Entre as edições, selecionei a nº 22 (acesse aqui), que tem como tema formação de leitores. Vale dizer que todos os números trazem estudos, reflexões e práticas sobre leitura e escrita.

Para explorar no digital
O Espaço de Leitura é uma plataforma digital, vinculada ao Laboratório de Educação, que proporciona uma experiência muito interessante com materiais de qualidade para crianças, pais e educadores. Nela você encontra livros digitais e orientações de como explorá-los com as crianças. Tem até jogos educativos sobre as leituras propostas. Tudo com a coordenação de Ana Tebesrosky, da Universidade de Barcelona, conhecida aqui no Brasil pelos seus estudos e pesquisas na alfabetização. Entre esses conteúdos disponíveis, recomendo as orientações de Teberosky sobre o conto “A receita de Mandrágora”. Tudo muito bem explicado e só entrar e explorar esse rico acervo sobre leitura!

Para assistir com a turma
Ainda falando de gêneros literários, o especial “Vem que eu te conto!”, da NOVA ESCOLA, traz vídeos de leituras de contos, canções, poemas, crônicas e outros formatos textuais sendo lidos por seus autores ou um contador de histórias. Além de trabalhar os vídeos, os textos estão disponíveis para impressão. Além disso, o site traz vários materiais para auxiliar os professores nesse processo de construção de leitores. Vale dar uma busca no site!

Espero que tenham gostado das minhas sugestões e aproveitem esses materiais gratuitos disponíveis para download para turbinar a leitura de seus alunos e pensar sobre novas abordagens em sala de aula. E vocês? Quais materiais de leitura digitais compõe seu acervo digital e apoiam o dia a dia na sala de aula? Conte aqui nos comentários!

Um grande abraço e até a próxima segunda-feira!
Mara Mansani

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar