Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Professores de todo o país protestam contra a reforma da previdência

Esta quarta-feira (15/3) foi marcada por paralisações em escolas e outros serviços, como transporte e saúde. Veja o que aconteceu pelo Brasil, por fotos publicadas por leitores de NOVA ESCOLA no Facebook

POR:
Raissa Pascoal

O país amanheceu em greve nesta quarta-feira (15/3). Em diversas cidades, o transporte público parou e escolas permaneceram fechadas. Segundo Rosilene Corrêa, Secretária de Finanças da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), 96% das associações estaduais e municipais filiadas ao órgão aderiram à paralisação. O principal motivo é a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, que prevê a reforma da previdência.

Resumidamente, a reforma, apresentada ao Congresso Nacional pela presidência da República no final de 2016, quer estabelecer a idade mínima de 65 anos e, pelo menos, 25 anos de contribuição ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) para que uma brasileira ou um brasileiro consiga se aposentar. Pela regra atual, os homens podem pedir aposentadoria com 35 anos de contribuição ou 65 anos de idade e as mulheres têm direito ao benefício com 30 anos de contribuição ou 60 anos de idade. Para pedir a aposentadoria por idade, é preciso ter contribuído por, no mínimo, 15 anos.

Se a proposta for aprovada, também deixará de existir a chamada aposentadoria especial, que reduz a idade e o tempo mínimos de contribuição no caso de pessoas que ocupam cargos com os quais ficam expostos a agentes nocivos à saúde. Entre os que têm direito a ela estão os professores da Educação Básica (saiba mais aqui).

A proposta tem gerado muito descontentamento entre os trabalhadores, especialmente entre os educadores. Abaixo, veja uma galeria de fotos publicadas por leitores no Facebook de NOVA ESCOLA, registrando os protestos desta quarta pelo país.

Pessoas protestam em Vitória da Conquista, na Bahia Rafael Trindade Pellegrini, de Vitória da Conquista, na Bahia: "Participação de vários setores sociais!" Em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, professores protestam contra forma da previdência A foto é de Adriana Lopes Moura, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul Professores seguram cartazes contra reforma da previdência Dilma Alves Malhada, de Pedras, na Bahia: "Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) e demais categorias gritam por nem um direito a menos. Não à Reforma da Previdência!"

Assembleia de professores, em Ichu, na Bahia Ichu (BA) - A foto da assembleia é de Ana Maria Anunciação Rua de Claros, Minas Gerais, ocupadas por pessoas protestando contra a reforma da previdência Tatiane Caetano Montes enviou uma foto da manifestação que ela participou em Claros, Minas Gerais. Foto mostra uma rua com pessoas segurando cartazes e protestando ao lado de ônibus "Assembleia Unificada. A mais linda que já vi, estão todos de parabéns. A Luta só está começando!", escreveu Cinthia Ferreira, de Recife, em Pernambuco. Professores realizam assembleia em Teresina, no Piauí Aline Cardoso, de Teresina, Piauí: "Funcionários públicos municipais se reúnem em assembléia e também protestam contra a reforma golpista.#NenhumDireitoAmenos #QueroMeAposentar" Professores seguram um cartaz com o dizer: 'professores em greve contra a reforma da previdência' "O Colégio Estadual Edivaldo Machado Boaventura, em Barra dos Mendes, na Bahia, aderiu à greve contra a Reforma da Previdência (PEC 287)", escreveu Ednildes Sodré Gomes Professores marcham contra a reforma da previdência em Porto Velho, Rondônia" As escolas pararam também contra a reforma da previdência! Essa briga não é só dá categoria, é de todo brasileiro que contribui e contribuirá com a previdência" escreveu Maria Rodrigues, de Porto Velho, em Rondônia Professores protestam contra a reforma da previdência Rosane Pessoa, de Manhuaçu, Minas Gerais: "Manifesto pela manhã, mas, infelizmente, muitas escolas não paralisaram 100%" Foto de um protesto de professores de escolas do município de Morro Agudo, em São Paulo. Nathália Branco Theodoro, de Morro Agudo, em São Paulo, enviou uma foto de um protesto de professores de escolas do município. Dezenas de pessoas protestam em Goiânia contra a reforma da previdência Giovanna Marques, de Goiânia, em Goiás, escreveu: "A manifestação reuniu trabalhadores da Educação municipal, estadual e federal, dos Correios e da indústria; estudantes secundaristas e universitários; MST e outros profissionais. Ponto principal do protesto: contra a reforma da previdência" Centenas de pessoas protestam em Recife contra a reforma da previdência Recife (PE) - Karina Candido Bernardo: "Estamos na luta contra a REFORMA. Todos juntos em prol do mesmo objetivo. Os professores do estado, das prefeituras e outras categorias como: correios, INSS, metrô... Amanhã continua a luta!" Pessoas protestam em Novo Hamburgo Novo Hamburgo (RS)- "Adesão dos professores municipais que, hoje pela manhã, realizaram um ato de repúdio contra a reforma na Av. Pedro Adams Filho. Fizemos uma marcha pelas principais ruas da cidade. Hoje à tarde, a mobilização continua na Praça do Imigrante!", relatou Milene Barazzetti Machado Protesto em Pedro de Toledo, em São Paulo Pedro de Toledo (SP). "Professores da manhã", escreveu Derivaldo Alves Bezerra Professores tiram selfie em manifestação contra reforma da previdência Vitória da Conquista (BA) "Escolas particulares e públicas unidas na luta contra a reforma da previdência", escreveu Cássia De Karlla Ferreira Gomes Pessoas protestam contra reforma da previdência Timóteo (MG) - A foto é de Mônica C. Araújo Pessoas protestam contra reforma da previdência Pedras (BA) - Elisângela Santos Malhada escreveu "Professores, Agentes de Saúde, Agricultores e população malhadapedrense foram às ruas da cidade na manhã desta quarta-feira em protesto contra a Reforma da Previdência, dando início à greve geral que acontecerá entre os dias 15 e 24 de março, podendo ser prorrogada" Professores tiram selfie numa escola em São João da Panelinha depois de protesto contra reforma da previdência São João do Panelinha (BA) - Georgia Nunes disse "A escola onde trabalho também parou. Antes, fizemos momentos com os alunos para informá-los do que se tratava essa greve geral" Professores seguram cartaz contra a PEC 287, que trata da reforma da previdência Santo Antônio do Monte (MG) - "As quatro escolas estaduais pararam, pena que não houve a adesão das escolas municipais. Continuaremos indo as ruas até o dia 28/03", relatou Renata Pereira Professoras seguram papeis com os dizeres: paralisação contra a reforma da previdência Neurilde Silva Neves escreveu "A escola Elizete Seixas Dourado. Início da mobilização! Dia 17/03/2017 estaremos nas ruas, avenidas, pistas... com a nossa contribuição ao movimento nacional! Não à reforma da previdência!"

Tags

Guias

Tags

Guias