Blog Tecnologia na Educação

Confira as melhores ferramentas e as novidades sobre o uso das TIC na sala de aula no blog

Torne suas aulas mais interativas com QR Codes

POR:

Olá, hoje estreamos a colaboração do Porvir com o Blog de Tecnologia de NOVA ESCOLA. Todos os meses, vamos trazer para cá ideias que coletamos em escolas do Brasil todo. Começamos por uma ferramenta que provavelmente está no telefone aí dos seus alunos.

Escanear um QR Code com seu celular serve para mais coisas do que participar de promoção, comprar pizza com desconto ou ler mais informações sobre uma obra no museu. O quadradinho que parece um código de barras pode armazenar vários tipos de informações, inclusive algumas úteis para atividades em aula.

O QR code (sigla em inglês para Quick Response, ou seja, resposta rápida) é um código de barras 2D (os antigos trabalham apenas a dimensão horizontal) e pode ser lido facilmente pelas pessoas usando um celular com câmera fotográfica. Basta escanear o código com um aplicativo apropriado, que o converte imediatamente em texto, localização, números de telefone e links para sites, vídeos, imagens e outros.

Para utilizar esses código de modo a tornar as aulas interativas e divertidas, é necessário baixar no celular do professor e no dos alunos aplicativos de leitura de QR Codes criados em sites específicos. Existem opções gratuitas disponíveis para ambas as ferramentas (veja sugestões ao final do texto).

 Criar um QR Code não exige conhecimentos de programação ou design. Com um aplicativo em seu celular, escolha que tipo de informação o QR Code vai armazenar (link de internet, texto, número de telefone, post no Facebook, arquivo PDF), indicar o conteúdo num campo específico e gerar o código. Depois, é possível salvar o código como imagem e usar da maneira mais adequada para cada situação. Algumas funcionalidades, como usar cor no código ou ter acesso a estatísticas sobre seu uso, são cobradas.

Apresento aqui três sugestões de atividades com QR Code já realizadas por educadores que relataram suas práticas na seção Diário de Inovações do Porvir. Confira:


Caça ao QR Code

A experiência das professoras Andréia Vitorino Marcos e Irlane Veloso, de Picos (PI), foi usada em aula de Língua Portuguesa, mas a essência dela, a adaptação da caça a um tesouro por meio de informações em QR Codes, pode ser aplicada em outras disciplinas e contextos.

Como fazer:Para uma aula de análise de poemas, comece selecionando um texto para ser trabalhado com os alunos. Depois, crie códigos para cada estrofe do texto e os espalhe em cartazes em diferentes lugares da escola. Em cada QR Code, insira também dicas para encontrar outras estrofes. A missão dos alunos, divididos em grupos, é procurar os códigos e completar todo o poema. Enquanto decodificam os trechos, os grupos devem se reunir para ler e encontrar a próxima pista. Além disso, devem responder algumas perguntas sobre a estrofe lida. Quando conseguirem completar o poema, peça que analisem a estrutura do gênero textual.


Inclusão de deficiente visual

Raquel Gonzaga, de São Paulo, usou QR Code para incluir um deficiente visual nas aulas de inglês. O objetivo era oferecer condições para o aluno aprender junto com os colegas.


Como fazer:Para que um estudante que não enxerga consiga interagir com os estímulos visuais e mensagens em texto apresentados na lousa, transforme-as em um QR Code no seu celular. A cada imagem e texto apresentado à classe, se aproxime do aluno com deficiência e lhe peça para escanear o código com seu celular e ouça o conteúdo com fone de ouvido. Desta forma, ele acompanhará a aula e poderá dialogar com você e os colegas.


Espalhe QR Codes de conhecimento

A prática promovida pela professora Jordana Thadei, de São Paulo, envolveu a pesquisa e a redação de resumos sobre aprendizados transformados em QR Codes. Mesmo tendo sido aplicada com alunos de Letras, ela também pode ser realizada em aulas da Educação Básica.


Como fazer:Dê nomes de personalidades importantes a salas ou lugares da escola e incentive seus alunos a pesquisarem sobre essas pessoas. A atividade pode ser feita em grupos. Posteriormente, peça que eles escrevam em conjunto textos curtos, informativos e atraentes sobre essas personalidades para serem lidos pelo celular. O próximo passo é transformar esses textos em um QR Code para ser exposto ao lado dos nomes das salas. Essa informação ficará disponível para todos os alunos da escola que escanearem os códigos.

Ferramentas para criar QR Codes:

Gerador de código QR

Kaywa QR CodeGenerator

e-elemento

Até o mês que vem,
Tatiana Klix, Porvir

Tags

Guias